Horário de verão termina no próximo domingo

Efeitos do horário de verão

Depois de quatro meses de vigência, o horário de verão acaba no próximo domingo, dia 20. Neste dia, os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão atrasar seus relógios em uma hora.

A mudança de horário ocorre sempre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte.

Estudos indicam que o horário de verão afeta as pessoas de forma diferenciada, com os principais transtornos sendo identificados nos dias em que há a mudança no horário.

Um estudo realizado na Inglaterra sugere que o início do horário de verão aumenta o risco de infarto.

Estudos sobre o que acontece com o corpo humano nas mudanças de horário são feitos por uma área de estudos denominada cronobiologia.

Economia de energia

O horário de verão é adotado sempre nesta época do ano por causa do aumento na demanda por energia, que é resultado do calor e do crescimento da produção industrial às vésperas do Natal.

Neste período, os dias têm maior duração por causa da posição da Terra em relação ao Sol, e a luminosidade natural pode ser mais bem aproveitada.

A expectativa do Ministério de Minas e Energia é que haja uma redução de até 5% na demanda de energia elétrica nos horários de pico nessas regiões.

Nos últimos dez anos, a adoção da medida proporcionou uma redução média de 4,7% na demanda por energia no horário de maior consumo. Em 2009, a redução na demanda de energia elétrica no horário de verão foi de aproximadamente 4,4% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e de 4,5% na Região Sul.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sono

Trabalho e Emprego

Mente

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.