Fio de cabelo revela de onde veio e por onde andou uma pessoa

Rastro dos cabelos

Os cabelos dizem muito sobre os seus donos - não apenas o corte ou penteado, mas a composição química. Partindo desse princípio, um grupo de pesquisadores nos Estados Unidos desenvolveu uma maneira de saber de onde veio ou por onde andou uma determinada pessoa com base na análise de seus cabelos.

A técnica obtida pelo grupo coordenado por James Ehleringer, do Departamento de Biologia da Universidade de Utah e da empresa IsoForensics, baseia-se na composição isotópica dos fios. O estudo será publicado esta semana no site e em breve na edição impressa da revista Proceedings of the National Academy of Sciences (Pnas).

Isótopos de hidrogênio e oxigênio

Os pesquisadores analisaram taxas de isótopos de hidrogênio e oxigênio encontrados em fios recolhidos em salões de cabeleireiros de 65 cidades norte-americanas e encontraram clara relação entre as amostras e a composição da água encanada dos locais.

Segundo os cientistas, as taxas de isótopos leves e pesados na água variam pelo país e a água que um indivíduo bebe deixa uma assinatura isotópica muito particular nos fios. Das amostras analisadas, mais de 85% apresentaram correlação exata entre cabelos e água potável local.

Ciência forense

Ao combinar os resultados com as distribuições isotópicas conhecidas no país, os pesquisadores conseguiram montar um mapa dos 48 estados (o Alasca ficou de fora) a partir das diferenças nas taxas isotópicas. Os valores variaram de Montana (menores taxas) a Oklahoma (maiores taxas). Com o mapa, é possível saber a região de origem do dono do cabelo analisado.

Segundo os autores do estudo, um único fio de cabelo é suficiente para fazer a análise, o que faz do novo método um importante recurso para a ciência forense.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cuidados com a Pele

Cirurgias Plásticas

Terceira Idade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.