Gás CFC ainda é usado em medicamentos no Brasil

CFC em medicamentos

Mesmo tendo sua fabricação proibida no país em 1.999, o gás clorofluorcarbono (CFC) continuou sendo importado pelo Brasil para utilização em medicamentos, principalmente como propelente em sprays contra asma.

Este tipo de doença afeta 12 milhões de brasileiros, principalmente crianças e adolescentes. O CFC é usado nos chamados MDIs (inaladores de dose medida), conhecidas como bombinhas contra asma.

O CFC é um gás que já foi largamente utilizado em geladeiras e sistemas de ar condicionado. Depois que ficou comprovado que ele causa fortes danos à camada de ozônio, ele passou a ser proibido em diversos países.

Uso do CFC no Brasil

O produto ainda é importado pelo Brasil, mesmo depois que a produção nacional foi suspensa em 1999, quando o país aderiu ao Protocolo de Montreal, que prevê o fim da fabricação e consumo do CFC em todo o mundo, até 2010.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o consumo brasileiro de CFC caiu de 11 mil toneladas, em 1993, para 318 toneladas, em 2007.

Como a indústria farmacêutica é o único setor no Brasil que ainda usa o gás, o Ministério do Meio Ambiente está alertando e orientando os médicos sobre as conseqüências da medida.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o CFC é usado em 14 medicamentos registrados, 12 indicados para doenças pulmonares, um para queimaduras e outro para a garganta.

Orientação aos pacientes

Durante um congresso médico que está se realizando neste fim de semana em Brasília, os médicos pneumologistas serão instruídos a conversar com os pacientes sobre a substituição dos medicamentos que contêm o gás. Segundo o ministério, a orientação dos profissionais de medicina é necessária para garantir que a substituição dos medicamentos aconteça de forma segura para os pacientes.

O objetivo principal da ação é chamar a atenção para produtos já existentes no mercado e que, a critério médico, poderiam substituir alguns dos que utilizam CFC.

A ação faz parte do Plano Nacional de Eliminação de CFCs. No estande, serão distribuídas cartilhas do Programa de Proteção da Camada de Ozônio (Prozon), desenvolvido pelo Ministério.

No ano passado, a Anvisa e o Ministério da Saúde realizaram consulta pública sobre a proibição de inaladores de dose medida, as bombinhas para controle da asma, que contêm CFC. Segundo a Anvisa, a consulta ainda não virou resolução e deve ser discutida pela diretoria da agência ainda este mês.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Intoxicação

Medicamentos Naturais

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.