Governo vai manter estoque estratégico de matéria-prima para produção do Tamiflu

Governo vai manter estoque estratégico de matéria-prima para produção do Tamiflu

[Imagem: enNULLNULL]

Estoque de matéria-prima

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou hoje (30) que o governo federal pretende preservar ao máximo o estoque brasileiro de matéria-prima para produção de medicamentos para tratamento da influenza A (H1N1) - gripe suína.

"Para o Brasil, é muito importante manter a reserva estratégica do jeito que está, porque o prazo de validade da matéria-prima vai até 2016, mas, quando se transforma essa matéria-prima em comprimidos, o prazo de validade cai muito", disse Temporão, após encontro com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Reserva estratégica

Hoje, a Farmanguinhos, unidade de fabricação de medicamentos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), está entregando 150 mil caixas de remédios com 10 cápsulas cada (dose suficiente para tratar um paciente). Amanhã (31), serão entregues mais 60 mil. Segundo Temporão, o país tem uma reserva estratégica de 9 milhões de tratamentos.

Temporão lembrou que a estratégia de distribuição dos medicamentos cabe a cada estado. O Ministério da Saúde entrega os medicamentos, mas é responsabilidade dos secretários de Saúde organizar, da melhor maneira possível e com autonomia, o acesso das pessoas ao medicamento. "Cada lugar é um lugar. Em alguns lugares, podem ser feitas parcerias com hospitais privados, em outros, onde só tem hospital público, é hospital público", afirmou o ministro.

Medicamento para casos graves

Segundo ele, o Tamiflu é indicado apenas para casos graves. "O importante é que todas as pessoas que se enquadram no protocolo tenham acesso ao medicamento. Não é para todo mundo. É uma medida importante para impedir que o vírus [Influenza A (H1N1)] desenvolva resistência e nós não tenhamos a arma que no momento é a mais poderosa, que é o antiviral", disse Temporão.

O ministro ressaltou que mais de 99% dos casos evoluem de maneira "tranquila e benigna".


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Medicamentos

Gestão em Saúde

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.