Gratidão reduz impaciência

Pessoas levadas a relembrar situações onde sentiram gratidão apresentaram um grau de paciência muito mais elevado em eventos posteriores.

Depois de "reviver" a gratidão, essas pessoas foram capazes de aguardar longos períodos - de até três meses - para receber um pagamento, abrindo mão de valores menores que seriam pagos de imediato.

Gratidão e paciência

O estudo foi realizado dividindo um grupo de voluntários em três turmas e pedindo aos membros de cada turma que escrevessem sobre experiências que os haviam deixado felizes (grupo 1), experiências que os haviam deixado gratos (grupo 2) ou experiências que não os haviam afetado (grupo 3).

Depois, eles tiveram a opção de receber uma pequena recompensa imediata, de cerca de US$ 50, ou esperar até três meses por um pagamento maior, de US$ 85.

Os membros das turmas "feliz" e "neutra" revelaram forte preferência pelo pagamento imediato.

Já os da turma "grata" mostraram-se dispostos a esperar mais pela quantia maior, exigindo um pagamento imediato de US$ 63 para abrir mão dos US$ 85 prometidos para o fim do trimestre.

"Felizes" e "neutros", por sua vez, revelaram-se dispostos a abrir mão dos US$ 85 futuros em troca de apenas US$ 55 na hora.

O estudo foi feito por pesquisadores da Universidade Northwestern (EUA) e publicados na revista científica Psychological Science.

Vários estudos já demonstraram a grande influência do sentimento de gratidão sobre vários aspectos da felicidade e do bem-estar:


Ver mais notícias sobre os temas:

Sentimentos

Relacionamentos

Espiritualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.