Gripe A: Oito mitos que podem colocar sua vida em risco

Gripe A: Oito mitos que podem colocar sua vida em risco
O fato é que a Gripe A não é uma gripe normal e está matando pessoas que não são consideradas grupo de risco para outras gripes.
[Imagem: Wikimedia/LBL]

Segunda onda da Gripe A

A segunda onda da pandemia da Gripe A está agora assolando o hemisfério norte. Os números de casos estão subindo rapidamente e, em alguns lugares, a vacinação já começou.

Em uma viagem à Alemanha, dois membros da comitiva do Presidente Lula contraíram a doença e não puderam voltar ao Brasil.

Por outro lado, o vírus H1N1, felizmente, ainda não evoluiu para nenhuma espécie de "monstro devastador" que muitos temiam, e a maioria dos casos são leves.

Sendo assim, o que de fato importa agora? Teriam sido todos os alertas de pandemia apenas alarmismo inconsequente?

Não é para aquelas famílias que viram seus filhos jovens e saudáveis serem levados pela gripe em uma semana ou duas depois de apresentarem os sintomas. Mas houve alarmismo também, já que esta pandemia está muito longe dos cenários de pior caso traçados quando o vírus foi descoberto.

Fatos versus fantasias

O fato é que a Gripe A não é uma gripe normal e está matando pessoas que não são consideradas grupo de risco para outras gripes.

Com isto, é importante acompanhar as últimas descobertas e confirmações científicas feitas pelos médicos e pesquisadores. Estar a par desse conhecimento pode fazer a diferença entre ser pego de surpresa e cuidar bem de si e da sua família.

O verão está chegando por aqui, mas ele só durará três meses. E, se você for viajar para o hemisfério norte nas férias, tem todos os motivos para se cuidar.

Mito 1
Os sintomas da Gripe A são como os da gripe normal. Você estará com ela se apresentar febre.

Cerca de metade das pessoas que contraem a gripe suína nunca apresentam febre, e alguns sofrem de sintomas gastrointestinais, bem como de sintomas da gripe comum.

Mito 2
Esta é apenas uma leve gripe. As taxas de mortalidade são inferiores aos da gripe normal.

A gripe suína está matando os jovens, em vez de atacar preferencialmente as pessoas idosas e as crianças. No hemisfério norte, apesar do inverno estar apenas começando, mais pessoas jovens já morreram de gripe do que normalmente morrem em todo o inverno.

Mito 3
Você está seguro enquanto estiver saudável. Só doentes e pessoas fragilizadas estão pegando a nova gripe

A maioria das crianças que morreram de gripe suína estavam perfeitamente saudáveis antes de contraírem o vírus, e muitas das vítimas adultas também não tinha outros problemas de saúde.

Mito 4
Eu vou ficar bem se só comer alimentos orgânicos, tomar vitaminas, usar uma máscara, lavar as mãos e beber bastante líquido

Vacinar-se é de longe a medida mais eficaz que você pode tomar para se proteger e para proteger sua família da gripe suína.

Mito 5
Está tudo bem agora porque já temos uma vacina. Na verdade, temos várias vacinas

Mesmo nos países ricos, levará meses antes que todos que querem a vacina possam obtê-la. Os países pobres terão poucas ou nenhuma vacina no próximo inverno.

Mito 6
A vacina não é segura. Por que correr o risco para prevenir uma gripe que está se mostrando leve?

Durante as pandemias anteriores, um terço ou mais de toda a população teve gripe, e os riscos da gripe matar você ou lhe causar problemas desagradáveis, como a síndrome de Guillain-Barré, são muito superiores aos das vacinas.

Mito 7
Este vírus não se tornará mais mortal - o próprio vírus não tem interesse nisso porque eliminaria seus hospedeiros

Algumas vezes os vírus da gripe se tornam mais agressivos. Ninguém pode ter certeza de como vai evoluir a gripe de 2009, mas ela certamente não está dando sinais de estar indo embora.

Mito 8
Depois que esta onda passar, nós estaremos seguros por mais algumas décadas

Outro vírus de gripe animal poderia saltar para o homem amanhã e começar uma nova pandemia, que poderia ser muito pior do que a gripe suína de 2009.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Vacinas

Cuidados com a Família

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.