Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

07/07/2015

Atletas só devem ingerir líquidos quando tiverem sede

Redação do Diário da Saúde
Hiponatremia Associada a Exercícios
As autoridades de saúde estabelecem que as bebidas isotônicas devem ser exclusivas para atletas - mas sem exagero.[Imagem: Anvisa]

Hiponatremia

Pelo menos 14 mortes recentes de atletas foram atribuídas a uma condição chamada hiponatremia associada à atividade física, que resulta de beber muita água ou isotônicos, as chamadas "bebidas esportivas".

Mas há uma maneira fácil de prevenir a hiponatremia, de acordo com novas diretrizes elaboradas por um painel internacional de especialistas: basta beber somente quando você está com sede.

"Usar o mecanismo inato da sede para orientar o consumo de líquidos é uma estratégia que deve limitar a ingestão de líquidos em excesso e o desenvolvimento da hiponatremia, proporcionando água suficiente para prevenir a desidratação excessiva," afirmam as orientações, publicadas no Clinical Journal of Sport Medicine por um painel de 17 especialistas em medicina esportiva.

Hiponatremia Associada a Exercícios

A hiponatremia associada a exercícios (HAE) ocorre quando a ingestão excessiva de líquidos supera a capacidade dos rins de excretar o excesso de água. O sódio no organismo torna-se diluído, levando ao inchamento das células, o que pode se tornar uma condição fatal.

Os sintomas da HAE Leve incluem tontura, vertigem, náusea, inchaço e ganho de peso durante um evento esportivo. Os sintomas da HAE Grave incluem vômitos, dor de cabeça, estado mental alterado (confusão, agitação, delírio etc.), convulsões e coma.

A HAE já foi registrada durante as mais diversas competições, como maratonas, triatlos, futebol, canoagem e natação, além de exercícios militares, caminhadas e até mesmo ioga e boliche.

Insolação e cãibras

É comum que os atletas sejam erroneamente aconselhados a "empurrar fluidos" ou beber mais do que sua sede determina - por exemplo, beber até que sua urina fique clara ou beber seguindo horários preestabelecidos.

Mas a ingestão excessiva de líquidos não previne a fadiga, as cãibras musculares ou a insolação.

"As cãibras musculares e a insolação não estão relacionadas à desidratação," esclarece o Dr. James Winger, da Universidade de Loyola (EUA) e um dos membros do painel. "Você tem insolação porque você está produzindo muito calor."

As orientações estabelecem que a hiponatremia associada a exercícios pode ser tratada administrando uma solução salina concentrada com 3% de sódio - cerca de três vezes mais elevada do que a concentração de uma solução salina normal.


Ver mais notícias sobre os temas:

Atividades Físicas

Alimentação e Nutrição

Diversão

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão