Homens comem mais para impressionar mulheres

Homens comem mais com mulheres para impressionar
Parece que os homens comem mais para se exibir para suas colegas de mesa.
[Imagem: Daniel Miller]

Comida e companhia

Se você é homem, o quanto você come pode ter mais a ver com o sexo de seus companheiros de jantar do que com o seu apetite.

Ocorre que os homens comem uma quantidade significativamente maior na companhia de mulheres do que comem quando estão na companhia de outros homens.

Pesquisadores observaram 105 adultos que fizeram refeições durante duas semanas em restaurantes em que se paga por pessoa e come-se o quanto quiser - ou aguentar.

Além da quantidade de comida - fatias de pizza e tigelas de salada -, foram registrados o sexo dos parceiros de cada voluntário.

Para completar, antes de deixar o restaurante, cada voluntário respondia um pequeno questionário indicando o seu nível de saciedade e seus sentimentos de pressa e conforto durante a refeição.

Comendo para impressionar

Os homens que jantaram em companhia de pelo menos uma mulher comeram 93% mais pizza e 86% mais salada do que os homens que comeram apenas com outros homens.

A quantidade que as mulheres comeram não diferiu quando elas compartilhavam a mesa com outras mulheres ou com homens. Na verdade, quando comeram na companhia de homens, mais mulheres indicaram a sensação de que tinham comido demais e que tinham comido muito depressa.

"Estes resultados sugerem que os homens tendem a comer demais para se mostrar - você também pode ver essa tendência em competições de comida, que quase sempre têm maioria de participantes do sexo masculino," comentou o autor do estudo, professor Kevin Kniffin, da Universidade de Cornell (EUA).


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Gênero

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.