Homens e mulheres sexistas - feitos um para o outro

Semelhantes se atraem

Mulheres sexistas, com uma preferência pelo sexo casual, são mais propensas a responder às estratégias mais agressivas dos homens.

Homens com preferência por "ficar por uma noite" e atitudes sexistas negativas em relação às mulheres são mais propensos a usar estratégias agressivas para a conquista.

Eles competem com outros homens que também estão interessados na mulher, provocam a mulher e buscam isolá-la de seus amigos.

Em resposta, as mulheres com uma preferência pelo sexo "sem amarras" e atitudes negativas em relação às outras mulheres são mais propensas a responder às estratégias agressivas dos homens.

Essas descobertas foram feitas em um estudo inédito, feito por Jeffrey Hall e Melanie Canterberry, da Universidade de Kansas, nos EUA.

Abordagem agressiva

Hall e Canterberry queriam compreender as características dos homens que usam estratégias agressivas para a corte.

Para isso eles estudaram as técnicas de sedução super rápidas usadas em dois programas de auditório nos Estados Unidos, The Game e The Pickup Artist, onde os participantes têm poucos minutos para decidir se vão "ficar" ou não.

Eles também estudaram as características das mulheres que acham tais estratégias atraentes.

Os autores perguntaram a participantes do sexo masculino e feminino sobre as suas atitudes sexistas em relação às mulheres e se eles estavam dispostos a participar de relações sexuais sem compromisso.

Eles também perguntaram sobre o nível em que os homens utilizavam estratégias assertivas para iniciar relacionamentos e o quanto as mulheres achavam desejáveis estas abordagens.

Ideologia machista compartilhada

Os resultados mostraram que homens mais interessados em "ficar por uma noite" têm maior propensão a usar estratégias agressivas para flertar com as mulheres.

E mulheres que também estão abertas ao sexo casual são mais propensas a responder a este tipo agressivo de corte.

Além disso, homens com atitudes sexistas negativas em relação às mulheres, justificando o privilégio masculino, são mais propensos a usar estratégias assertivas, que podem servir para "colocar a mulher no seu lugar" em um papel submisso, ou para fazê-la ceder durante a paquera.

Mulheres com atitudes sexistas em relação a outras do seu próprio gênero são mais propensas a responder às estratégias assertivas dos homens.

Isto sugere que elas acham mais desejável que os homens as tratem de uma maneira dominante durante o namoro, porque isto é consistente com a sua ideologia machista.

Identificação mútua

"Nossos resultados sugerem que as estratégias de namoro assertivas são uma forma de identificação mútua de atitudes sexistas, compartilhadas igualmente entre os parceiros da corte namoro. Mulheres que adotam atitudes sexistas são mais propensas a preferir homens que adotam atitudes semelhantes," dizem os pesquisadores em seu estudo.

"Não apenas os homens e as mulheres machistas preferem parceiros que são iguais a si próprios, mas eles também preferem estratégias de namoro onde os homens são os agressores e as mulheres são as servidoras," concluem eles.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sexualidade

Relacionamentos

Emoções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.