Homossexualidade vira imagem de modernidade na Dinamarca

Uma pesquisa realizada na Universidade de Copenhague mostrou que a opinião pública sobre a homossexualidade mudou drasticamente ao longo dos últimos 25 anos.

Michael Nebeling Petersen e seus colegas analisaram a legislação dinamarquesa, a cobertura da imprensa e filmes, e concluíram que a homossexualidade tornou-se um símbolo dos valores liberais dinamarqueses.

Os resultados da pesquisa são destaque no site da Universidade de Copenhague.

"Minha pesquisa mostra uma mudança fundamental na concepção pública da homossexualidade na Dinamarca. Os homossexuais eram associados com degeneração, suicídio, AIDS e doenças, mas agora estão associados à vida, reprodução, reconhecimento nacional, casamento e laços de parentesco," diz Petersen.

Em 1999, os casais homossexuais dinamarqueses ganharam o direito de adotar crianças, e depois da eleição geral de 2001, foram apresentados vários projetos de lei aumentando os direitos dos homossexuais.

Nas negociações que se seguiram, muitos políticos passaram a falar dos homoafetivos como centrais para a compreensão dos valores dinamarqueses - algo em contraste patente com negociações semelhantes que ocorreram em 1989, quando o Parlamento aprovou a Lei do Casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Nas negociações de 1989, os homossexuais eram aceitos apenas na medida em que não interferissem com o casamento heterossexual. Dez anos mais tarde, porém, eles se tornaram símbolos do casamento, da monogamia, e da família nuclear.

"A homossexualidade não é mais 'O Outro', ela dá sustentação à 'vida familiar normal'," ressalta o pesquisador.

"Quando a lei do casamento homossexual estava sendo negociada em 1989, a homossexualidade era tolerada, mas, ao mesmo tempo, considerada uma ameaça à nossa reputação nacional. Neste milênio, um homossexual tornou-se uma figura que pode representar as comunidades nacionais e religiosas e ser um elemento importante na construção de uma Dinamarca moderna e liberal," conclui ele.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sexualidade

Relacionamentos

Sentimentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.