Pesquisa revela relação dos idosos com os exercícios físicos

Idosos conhecem benefícios da prática de exercícios físicos
Os idosos participam de atividades físicas para melhorar sua qualidade de vida e não relacionam os exercícios à manutenção estética.
[Imagem: Ag.USP]

Qualidade de vida

Programas de integração comunitária de idosos são alternativas para que a prática de exercícios físicos e o conhecimento dos benefícios que eles trazem à saúde sejam mais discutidos entre seus praticantes.

Segundo uma pesquisa desenvolvida na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP, estas pessoas participam de atividades físicas para melhorar sua qualidade de vida e não relacionam os exercícios à manutenção estética.

Nível de escolaridade

Por meio de questionários e entrevistas com 142 idosos que participam de 22 núcleos dos Programas de Integração Comunitária (PIC) na cidade de Ribeirão Preto, o pesquisador André Luiz de Souza Baccan mostra que "existe correlação entre o conhecimento que os idosos têm sobre aos exercícios físicos e a escolaridade".

Segundo Baccan, há maior probabilidade de que pessoas com maior nível de escolaridade tenham mais acesso a informações sobre exercícios físicos e seus benefícios para a saúde.

"Apesar de haver essa possível relação, aproximadamente metade dos idosos entrevistados estudaram entre 1 e 4 anos e, mesmo assim, mostraram conhecimento satisfatório em relação às atividades físicas e seus benefícios. É provável, portanto, que os idosos que participam de programas ligados a Unidades de Saúde tenham a possibilidade de maior acesso às informações e orientações sobre o tema oferecidas por vários profissionais da área da saúde", explica o pesquisador.

Só mulheres

Foi observado que a média de idade dos participantes do PIC é de 68,5 anos e a maioria dos frequentadores, aproximadamente 93% dos entrevistados, são do sexo feminino.

Para Baccan, "uma das possíveis causas para essa menor participação de pessoas acima de 80 anos esteja relacionada à limitação de acesso aos locais onde ocorrem as atividades e a falta de estímulos" .

Já em relação à pequena participação de pessoas do sexo masculino no PIC, é necessário que haja alternativas que incentivem os homens a participar desses programas, pois a prática de exercícios físicos é de igual importância, independentemente do sexo".

Controle hormonal

A prática de exercícios físicos por idosos é importante para o controle hormonal, manutenção do peso e melhora na qualidade de vida. Os entrevistados possuem em média de 3 a 4 doenças, sendo que a mais comum é a pressão alta. Em relação à prática de atividades físicas, muitos afirmam que fazem exercícios para controlar os problemas de saúde e não com a finalidade estética.

Segundo o pesquisador, programas voltados aos idosos como o PIC são importantes não apenas para incentivar a prática de exercícios físicos por idosos, mas também para promover a socialização, o convívio social e ajudar a aumentar a qualidade de vida e o grau de conhecimento em relação a atividades físicas pelos participantes. "Programas que incentivam a prática de exercícios físicos devem ser mantidos, pois são importantes para estimular o combate ao sedentarismo, principalmente entre os idosos", diz.


Ver mais notícias sobre os temas:

Terceira Idade

Atividades Físicas

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.