Governo quer incentivar produção nacional de equipamentos médicos

Alta complexidade

O governo pretende incentivar a fabricação de equipamentos médicos no país, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Segundo ele, as empresas que instalarem plantas para o desenvolvimento desse tipo de tecnologia terão "todo apoio de financiamento, isenção tributária e marco regulatório".

Para o ministro, o país só conseguirá expandir o número de procedimentos de alta complexidade com segurança se houver produção nacional de equipamentos para esse tipo de necessidade.

Mercado

"Ele [crescimento do número de procedimentos] só será sustentável, se o Brasil produzir aqui, mesmo com parceria internacional. Para que a gente possa garantir que vamos ter os equipamentos necessários", disse após participar da inauguração da nova sede da Associação Brasileira de Ortorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (Abor-CCF).

A viabilidade dos empreendimentos é garantida, segundo Padilha, devido ao tamanho do mercado consumidor brasileiro. "Nós temos que aproveitar esse grande mercado de 200 milhões de brasileiros", afirmou.


Ver mais notícias sobre os temas:

Equipamentos Médicos

Robótica

Próteses

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.