Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

02/10/2015

Incorpore Sigmund Freud e dê conselhos a si mesmo: Funciona!

Redação do Diário da Saúde
Freud em realidade virtual
Sentir-se na pele de Freud em um ambiente de realidade virtual torna as pessoas analistas de si mesmas.[Imagem: EVENT Lab/UB]

Incorporação

A ilusão de estar em outro corpo afeta não só a nossa percepção - como já se demonstrou em vários experimentos - mas também a nossa maneira de pensar.

A pesquisadora Sofia Adelaide Osimo, dos Laboratórios SISSA (Itália) idealizou um experimento muito ilustrativo para demonstrar isto.

Ela usou um sistema de realidade virtual para fazer os pacientes sentirem-se no corpo de ninguém menos do que Sigmund Freud, o pai da Psicanálise.

A ideia era replicar no laboratório situações vividas pelos personagens de filmes como "Quero ser John Malkovich", "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças" e "O Ladrão de Orquídeas".

Autoaconselhamento

Os voluntários, todos pacientes, pediam auxílio sobre um problema psicológico pessoal. Algum tempo depois, sua própria questão era-lhes proposta e eles tinham que dar conselhos para si mesmos.

Isto foi feito em duas situações diferentes: vendo-se em um sistema de realidade virtual como sendo eles mesmos, ou como se fossem Freud.

"Quando eles incorporaram o psicoanalista vienense, seus conselhos foram muito mais efetivos do que quando eles estavam simplesmente falando consigo mesmos," relata Osimo.

Ou seja, quando nos sentimos como se fôssemos outra pessoa - neste caso, uma autoridade no assunto em questão -, isso parece alterar a forma como pensamos e como raciocinamos para resolver problemas.

"Os resultados são claros: dar conselhos a si mesmo é sempre eficaz, mas fazer isso [personificado em] Sigmund Freud funciona melhor," disse Osimo.

Ilusão produtiva

"As experiências continham uma condição adicional de controle na qual os movimentos dos avatares não eram sincronizados com os movimentos reais das pessoas. Isto reduz consideravelmente, se não elimina completamente, a ilusão de incorporação. Nesta condição, o efeito do diálogo consigo mesmo - ou com Freud - foi totalmente anulado, o que confirma que é a ilusão que modifica o processo de pensamento," acrescentou a pesquisadora.

A ilusão de troca de corpo criada com realidade virtual tem sido usada em várias condições, que vão de fazer atletas baterem seus próprios recordes a tratamentos para fobias de insetos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Psicoterapia

Mente

Softwares

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?