Descobertos 3 indicadores de doenças cardíacas piores do que colesterol alto

Risco 3 em 1

Cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra, identificaram uma combinação particular de problemas de saúde que pode dobrar o risco de um ataque cardíaco e aumentar em três vezes o risco de mortalidade.

A equipe, liderada pelo Dr. Oscar Franco, descobriu que ter, simultaneamente, obesidade, pressão alta e altos níveis de açúcar no sangue representa a combinação mais perigosa de todos os fatores de saúde para o desenvolvimento de síndromes metabólicas.

Síndrome metabólica

A síndrome metabólica é uma combinação de desordens médicas que aumentam o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e diabetes.

Os cinco principais problemas de saúde normalmente associados com a síndrome metabólica são:

  • níveis anormais de pressão sanguínea;
  • colesterol alto;
  • altos níveis de triglicérides (a forma química da gordura no corpo);
  • muito açúcar no sangue e
  • obesidade central (excesso de gordura ao redor da cintura).

Pior combinação possível

Neste novo estudo, publicado no jornal Circulation, o Dr. Franco e seus colegas descobriram que obesidade, pressão alta (hipertensão) e altos níveis de açúcar no sangue representam a combinação mais perigosa dentre esses fatores.

Pessoas que têm todos esses três fatores têm o dobro de chance de ter um ataque cardíaco e um risco três vezes maior de morrer mais cedo do que a população em geral.

Os cientistas acompanharam 3.078 pessoas para monitorar a prevalência e o progresso da síndrome metabólica.

Esforços intensos

"A síndrome metabólica é uma condição de grande incidência e que cada vez afeta uma parcela maior da população de meia-idade. Nem todos os indivíduos entram na síndrome com uma combinação idêntica de fatores. Determinadas combinações oferecem maiores riscos de mortalidade e da incidência de doenças cardiovasculares," afirma o Dr. Franco.

"São necessários esforços intensos para identificar as pessoas com essa combinação em particular e oferecer-lhes um tratamento adequado nos estágios iniciais da doença," conclui o médico.


Ver mais notícias sobre os temas:

Coração

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.