Indústria do cigarro é inimigo cruel e criminoso, diz diretora da OMS

Criminosos

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, não poupou palavras em sua defesa da saúde pública mundial.

No discurso, feito durante uma conferência sobre tabagismo em Cingapura, Chan nomeou diretamente a indústria do cigarro como "inimigo cruel e criminoso".

Segundo ela, a indústria tabagista está usando todo o seu poder financeiro para minar as campanhas nacionais contra o uso do cigarro, e até mesmo se intrometendo em assuntos de política interna.

"Temos um inimigo, um inimigo cruel e astucioso, contra o qual devemos nos unir. O inimigo, a indústria do tabaco, mudou sua face e sua tática. O lobo não veste mais pele de cordeiro e mostra seus dentes", disse ela.

Dinheiro contra a moral e a ética

Segundo a diretora-geral da OMS, os fabricantes de cigarro estão usando todo o seu dinheiro para contratar os melhores advogados para tentar barrar ações legais que visam a proteção da saúde pública.

"Isto é interferência direta nas questões internas dos países. Não permitiremos que adotem esse tipo de tática," afirmou.

"Grandes empresas de tabaco conseguem contratar os melhores advogados e empresas de relações públicas que o dinheiro pode comprar. Grandes volumes de dinheiro podem falar mais alto do que qualquer argumento moral, ético ou de saúde pública, e derrubar até mesmo com a evidência científica mais crítica," acrescentou.

"O que a indústria [do tabaco] quer é ver um efeito dominó. Quando um país titubeia sob a pressão de litígios custosos e prolongados, bem como às ameaças de acordos bilionários, outros com intenções similares são propensos a hesitar também," explicou Chan.

Comitê de raposas

A executiva também alertou contra propostas de executivos das empresas tabagistas para a formação de comitês conjuntos com órgãos dos governos, para supervisionar as campanhas antitabagismo.

"Fazer isto é como nomear um comitê de raposas para cuidar das suas galinhas," respondeu ela.

Ao final do discurso, Chan conclamou a opinião pública a lutar contra a indústria do tabaco caso os esforços governamentais enfraqueçam.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tabagismo

Vícios

Drogas Lícitas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.