Infecções causam um em cada seis casos de câncer

Cânceres evitáveis

Um em cada seis casos de câncer - 2 milhões por ano - tem origem em infecções tratáveis ou evitáveis, segundo um novo estudo.

A conclusão vem de um estudo realizado pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), na França.

Os pesquisadores analisaram a incidência de 27 tipos diferentes de câncer em oito regiões do mundo.

A conclusão é que apenas quatro doenças infecciosas são as principais responsáveis pela prevalência do câncer.

As infecções são as causadas pelo vírus do papiloma humano (HPV), pela bactéria Helicobacter pylori e pelos vírus da hepatite B e C.

Segundo o estudo, estas infecções são responsáveis por 1,9 milhões dos casos de câncer de estômago, câncer hepático e câncer de colo do útero - 80% deles nos países em desenvolvimento.

Infecções e câncer

Cerca de um terço dos casos ocorrem em pessoas com menos de 50 anos.

Entre as mulheres, o câncer de colo de útero corresponde a cerca de metade dos cânceres causados por infecções.

Em homens, mais de 80% dos casos é de cânceres de fígado ou estômago.

Já existem vacinas preventivas contra o vírus do HPV, inclusive para homens, e contra o vírus da hepatite B - uma causa conhecida de câncer hepático.

Especialistas afirmam que o câncer de estômago pode ser evitado tratando a infecção pela bactéria H. pylori.

Pelo menos 1,5 milhão das 7,5 milhões de mortes por câncer anuais poderiam ser evitadas, de acordo com o levantamento.


Ver mais notícias sobre os temas:

Câncer

Infecções

Prevenção

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.