Intercâmbio contra o câncer une hospital brasileiro e norte-americano

O Hospital do Câncer A.C. Camargo e o M.D. Anderson Cancer Center, do Centro Médico da Universidade do Texas, em Houston, Estados Unidos, assinaram nesta segunda-feira (12/11) um acordo de cooperação científica, técnica e assistencial.

Segundo Ricardo Renzo Brentani, presidente do Hospital do Câncer, as duas instituições já colaboram em alguns projetos. "Pretendemos expandir esses projetos com a parceria", disse à Agência FAPESP.

Intercâmbio contra o câncer

O acordo facilitará o intercâmbio entre pesquisadores de diversos níveis. "Será possível combinar programas de pós-graduação com bolsas-sanduíche e outras modalidades a serem desenvolvidas", disse Brentani, que também é diretor-presidente da FAPESP.

O acordo deverá servir como base para a colaboração no desenvolvimento e no intercâmbio clínico, educacional, de prevenção e de programas de pesquisa para a erradicação do câncer.

Instituições de alto nível

Segundo Brentani, o fato de a pós-graduação do Hospital do Câncer ter recebido nota 7 na mais recente avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) facilitou o acordo. "O M.D. Anderson Cancer Center tem um acordo com a Capes, que levou à aproximação conosco", explicou.

As duas instituições também estão envolvidas com uma iniciativa internacional, promovida pelo Departamento de Estado norte-americano, voltada para o avanço da prevenção e pesquisa sobre o câncer de mama nas Américas. O M.D. Anderson Cancer Center é responsável pela coordenação científica do programa.

Além do centro norte-americano e do hospital brasileiro, o programa, lançado no dia 7, envolve o Centro Susan Komen para a Cura, nos Estados Unidos, e o Instituto Nacional de Cancerologia, no México.

Diagnóstico precoce do câncer de mama

O programa busca incrementar o diagnóstico precoce do câncer de mama, melhorar recursos educacionais e clínicos e, em última instância, reduzir o número de óbitos na América Latina. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o câncer de mama é o tipo da doença que mais mata mulheres na América do Sul e o terceiro no México.

O objetivo do programa é desenvolver recursos locais para a prevenção de câncer de mama, atendimento clínico e pesquisa. A iniciativa é projetada para ser voltada às comunidades, considerando as culturas locais, e deverá envolver os defensores locais

No mais recente ranking dos melhores hospitais dos Estados Unidos, feito pela revista US News & World Report, o Anderson Cancer Center foi considerado o segundo melhor hospital de câncer. A instituição ficou em primeiro lugar em cinco dos últimos oito anos na relação.


Ver mais notícias sobre os temas:

Prevenção

Diagnósticos

Saúde da Mulher

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.