Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

07/10/2014

Ioga e meditação ajudam a controlar computador com a mente

Redação do Diário da Saúde
Ioga e meditação aumentam habilidades cerebrais
Para se beneficiar dos exoesqueletos robóticos, as pessoas com paralisia precisam aprender a controlar um computador apenas com os pensamentos.[Imagem: Joe Howell/Vanderbilt University]

Praticar ioga e meditação pode ter bem mais do que benefícios espirituais.

Pesquisadores descobriram que pessoas que praticam ioga e meditação aprendem a controlar um computador com a mente mais rápido e melhor do que as pessoas com pouca ou nenhuma experiência de meditação.

Os participantes com experiência de meditação apresentaram duas vezes mais chances de completar a tarefa em uma interface cérebro-computador e aprenderam três vezes mais rápido do que seus colegas não meditadores.

Treinar o cérebro

O trabalho tem implicações importantes para o tratamento de pessoas que estão paralisadas ou têm doenças neurodegenerativas, que podem se beneficiar de exoesqueletos e membros robóticos.

Nestes casos, a função cerebral permanece intacta, mas essas pessoas tem que encontrar uma maneira de contornar o controle muscular para mover uma cadeira de rodas, controlar um membro artificial, ou controlar outros dispositivos, como o próprio computador.

No entanto, os testes realizados até agora já mostraram que nem todos os pacientes conseguem aprender a controlar um computador somente pensando na tarefa - muitas pessoas não têm êxito em controlar o computador mesmo após muitas tentativas.

Esse controle depende de sinais cerebrais consistentes e confiáveis ao longo tempo, o que só pode ser gerado por uma mente sem distrações e com atenção sustentada.

Os meditadores mostraram padrões nesses sinais de eletroencefalografia mais distintos do que as pessoas não treinadas, o que pode explicar seu sucesso.

Lado do cérebro

"Nos últimos anos, tem havido um monte de atenção em melhorar o lado do computador da interface cérebro-computador, mas muito pouca atenção ao lado do cérebro," disse o Dr. Bin He, da Universidade de Minnesota (EUA).

"Este estudo abrangente mostra pela primeira vez que olhar mais de perto o lado do cérebro pode fornecer uma ferramenta valiosa para reduzir os obstáculos para o sucesso da interface cérebro-computador em estágios iniciais," completou.

O próximo passo do trabalho será estudar um grupo de participantes que estejam começando a prática da ioga ou da meditação a partir do zero, para ver se o seu desempenho na interface cérebro-computador melhora com a prática.


Ver mais notícias sobre os temas:

Meditação

Mente

Cérebro

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?