Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

02/05/2013

Mantenha seu cérebro em forma

Genevieve Maul

Todos nós sabemos da importância de manter um estilo de vida saudável e estamos familiarizados com refrões do tipo "exercite-se mais", "coma melhor" e "faça exames preventivos".

Mas e quanto à saúde da nossa mente?

A Dra. Barbara Sahakian, da Universidade Cambridge (Reino Unido), lançou um desafio à sociedade e aos governos para priorizar a saúde da mente da mesma forma como já fazemos com a saúde física.

"Como sociedade, nós tomamos a nossa saúde mental como algo garantido," disse ela. "Mas, assim como nossos corpos, é importante manter nosso cérebro em forma."

A cada ano, um em cada quatro adultos sofre de algum transtorno mental. Como resultado, nos Estados Unidos, Reino Unido e Canadá, os transtornos mentais são a principal causa de incapacitação, com a depressão e a ansiedade contabilizando uma porcentagem significativa dos distúrbios.

De olho na mente

"Assim como corredores verificam suas pulsações, devemos incentivar as pessoas a manter um olho no seu estado de saúde mental. Normalmente as pessoas levam muito tempo para procurar ajuda, tornando a sua condição mais difícil de tratar. Precisamos educar o público sobre o que observar e sensibilizar a todos para a importância da detecção precoce e da intervenção," acrescentou Sahakian.

A saúde física e a saúde mental não são mutuamente exclusivas. Na verdade, o exercício físico é bom também para a cognição e para melhorar o humor.

Você também pode melhorar sua cognição e a saúde do cérebro ao longo da vida por meio de exercícios mentais e da aprendizagem de novos conteúdos, atividades que aumentam a neurogênese, o nascimento de novos neurônios no cérebro.

Tecnologia a favor da mente

Apesar de frequentemente serem colocados em pratos opostos da balança quando o assunto é um estilo de vida saudável, a Dra Sahakian afirma que os avanços tecnológicos podem melhorar nossa saúde mental.

"A inovação que permite um treinamento cognitivo agradável, por exemplo, através do uso de jogos em tablets, computadores e aplicativos de celulares é de grande benefício tanto para as pessoas saudáveis quanto para aquelas com problemas de saúde mental," afirma.

"É essencial usar a tecnologia para a detecção precoce de problemas na saúde do cérebro e para monitorar problemas de saúde mental. Isto irá permitir a detecção e o tratamento precoces, bem como o planejamento da saúde pública. Esperamos que essa mudança conceitual na forma como a sociedade enxerga a saúde do cérebro acabe contribuindo para a prevenção de problemas comuns de saúde mental," concluiu a pesquisadora.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Cérebro

Educação

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão