Mecanismo de combate à obesidade pode ser fatal em pacientes com câncer

Um terço dos pacientes com câncer não morre do câncer - eles morrem devido a um processo de "queima de gordura" frequentemente relacionado à obesidade.

Esse processo é denominado caquexia.

Ocorre que o que é bom na luta contra a obesidade pode ser fatal na luta contra o câncer.

Caquexia

A maioria dos pesquisadores de câncer está trabalhando sobre a biologia dos tumores.

No entanto, Michele Petruzzelli e seus colegas do Centro Nacional de Pesquisas Oncológicas (CNIO - Espanha) está à procura de maneiras de atacar a doença de forma indireta.

A equipe então se concentrou nos efeitos dos tumores para o resto do corpo - e não no próprio tumor.

Eles chegaram então à caquexia - uma magreza e fraqueza extremas, que eventualmente se torna a verdadeira causa da morte de um terço dos pacientes com câncer.

Gordura branca e gordura marrom

A caquexia é desencadeada por um processo que é muito estudado não para combater o câncer, mas para combater a obesidade: a conversão de tecido adiposo branco em tecido adiposo marrom.

"É a primeira vez que este fenômeno que poderíamos chamar de queima de gordura é associado a um efeito negativo," diz o Dr. Erwin Wagner, membro da equipe.

"O que observamos é que a transformação da gordura branca em gordura marrom, atualmente um dos temas mais pesquisados por causa de seus potenciais efeitos [benéficos] sobre a obesidade e o diabetes, tem consequências muito graves no contexto do câncer," acrescentou.

Os pesquisadores também afirmam que, se for possível reduzir a transformação do tecido adiposo, os sintomas da caquexia melhoram, embora eles não desapareçam completamente.

"Inibir a conversão da gordura branca em gordura marrom é, portanto, uma forma promissora de melhorar a caquexia nos pacientes com câncer," afirmam os autores em seu artigo, publicado na revista Cell Metabolism.

Bom e ruim para quem?

A importância do processo de transformação de gordura branca em gordura marrom nos seres humanos só foi descoberta há cerca de dois anos.

A maior parte da gordura nos seres humanos adultos é branca - tecido adiposo branco - e uma de suas funções, mas não a única, é armazenar energia, eventualmente formando os indesejáveis pneuzinhos na cintura.

A gordura marrom, no entanto, é queimada para produzir calor - esta é a gordura dos bebês e dos animais que entram em hibernação.

No contexto da atual epidemia de obesidade, a gordura branca tem sido rotulada como "gordura ruim", enquanto a gordura marrom tem sido saudada como "gordura boa".

Contudo, embora a equipe não discuta as vantagens e desvantagens de cada tipo de gordura em seu artigo, eles destacam que um processo que deveria ser reforçado para combater a obesidade, deve ser combatido nos pacientes com câncer.

Assim, começa a ocorrer precocemente no tocante às gorduras o mesmo que ocorreu com os rótulos de "colesterol bom" e "colesterol ruim".


Ver mais notícias sobre os temas:

Câncer

Obesidade

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.