Medicamento mostra eficácia contra vírus H7N9 da nova gripe aviária

H7N9

Depois de negar indícios iniciais de que o vírus H7N9 estaria sendo transmitindo entre humanos, autoridades chinesas agora anunciaram medicamentos que se mostraram eficazes contra a doença.

O órgão de saúde do país (CFDA - China Food and Drug Administration) anunciou estar tendo bons resultados com a aplicação do medicamento peramivir diluído em solução salina.

O peramivir - um inibidor de neuraminidase - é medicamento para gripe com eficácia para infecções dos tipos A e B - o vírus H7N9 pertence ao subtipo A da influenza.

Segundo a autoridade chinesa, o medicamento, que tem aplicação intravenosa, é adequado para pacientes com gripe grave, que não pode ser tratada com medicamentos inaláveis ou tomados oralmente.

As ações do fabricante do medicamento, a empresa norte-americana BioCryst, subiram 29% após o anúncio.

Medicina chinesa

A autoridade chinesa também cita em sua nota a importância do uso de medicamentos da medicina tradicional chinesa no tratamento dos primeiros sintomas da gripe, embora não associe nenhuma erva com os tratamentos do atual surto de H7N9.

Em entrevista, o ministro da saúde do país citou como principal alternativa o composto conhecido como ban lan gen, um extrato fermentado da planta Isatis tinctoria L.

Nova gripe aviária

A Organização Mundial da Saúde afirma que não se trata de uma epidemia, confirmando informações das autoridades de saúde da China de que não há indícios de que o vírus H7N9 possa ser transmitido entre humanos, como chegou a se suspeitar inicialmente.

O número de pessoas infectadas pelo H7N9 agora já chega a 18, com seis mortes.

Para tentar estancar a transmissão de aves para humanos, a China interrompeu a comercialização de aves e produtos derivados na região afetada pelo surto, até agora limitado à região de Xangai.

A maioria das pessoas identificadas com a nova gripe aviária apresentou sintomas de grave pneumonia, tais como congestão no peito, dificuldade de respirar, febre e tosse severa.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Infecções

Vírus

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.