Medicamentos são não-vegetarianos e pacientes não sabem

Remédio de origem animal

Pessoas que optam por não comer produtos de origem animal podem não estar cientes de que o estão fazendo a contra-gosto ao ingerir medicamentos comuns.

Vários comprimidos e remédios líquidos usam gelatina, derivada de ossos e peles de animais.

Uma pesquisa realizada no Reino Unido mostrou que um quarto dos pacientes aos quais esses medicamentos foram receitados estava ingerindo os derivados de animais contrariamente às suas próprias crenças.

Uso de ingredientes não-animais

Para o representante das indústrias farmacêuticas, caberia aos consumidores procurar saber tais informações:

"Se o paciente não tem certeza se um ingrediente é derivado de origem animal, ele pode procurar o conselho do seu farmacêutico ou contatar a empresa fabricante do produto," disse o porta-voz.

Segundo ele, há uma tendência na indústria farmacêutica em evitar o uso de derivados animais nos remédios, mas "há ocasiões onde a natureza do produto, ou a qualidade ou questões de segurança, impedem o uso efetivo de ingredientes não derivados de animais".

Contém carne

Há muitos ingredientes em comprimidos, cápsulas e outros remédios que não são parte ativa do medicamento, ajudando apenas, por exemplo, a dar consistência ou firmeza ao medicamento.

Os pesquisadores afirmam que até 40% dos participantes do estudo afirmaram preferir não ingerir produtos de origem animal, seja por serem vegetarianos, seja por razões culturais ou religiosas.

Ainda assim, a maioria deles afirma preferir tomar o remédio com ingredientes animais, caso não haja uma alternativa.

Os pesquisadores recomendam que as empresas farmacêuticas adotem uma espécie de lista de ingredientes usados nos medicamentos, de forma similar ao que ocorre com os produtos alimentícios.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Ética

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.