Medula espinhal processa informações como o cérebro

Processamento distribuído

Pesquisadores canadenses causaram surpresa no mundo científico nesta semana ao anunciarem uma descoberta surpreendente.

Segundo eles, a medula espinhal processa informações exatamente como algumas partes do cérebro.

"Os livros-texto de fisiologia descrevem a medula espinhal como um sistema de distribuição, mas ela é parte do sistema nervoso central e processa informações exatamente como algumas partes do cérebro," afirmou o Dr. Patrick Stroman, da Universidade de Queens.

Mapa da medula

Os cientistas mapearam as funções e o processamento de informações da medula espinhal, o que pode representar um novo caminho para o tratamento das lesões da medula, que hoje condenam os pacientes à paralisia.

A pesquisa do Dr. Stroman é dirigida precisamente para o mapeamento das áreas acima e abaixo de lesões da medula espinhal, a fim de melhor determinar a natureza exata de uma lesão e a possível eficácia de um tratamento.

Quando a pesquisa médica tiver avançado até um ponto onde os médicos forem capazes de fazer uma ponte sobre a lesão, a técnica de mapeamento da medula do Dr. Stroman será o mapa que permitirá localizar com precisão as partes a serem religadas.

A técnica consiste em capturar várias imagens da medula espinhal usando um sistema de ressonância magnética convencional. A captura de imagens é repetida em intervalos de alguns poucos segundos até vários minutos.

Durante os exames, varia-se a temperatura na pele do paciente para que as áreas da medula espinhal que respondem às mudanças de temperatura sejam detectadas na ressonância magnética.

Processamento consciente

Durante a pesquisa, a equipe do Dr. Stroman foi surpreendida ao descobrir que os níveis de atenção impactam o processamento de informações na medula espinhal.

As mudanças no nível de atividade da medula espinhal foram captadas pelo aparelho de ressonância magnética quando os pesquisadores compararam o funcionamento da medula em pessoas que estavam alertas e em pessoas que estavam distraídas por uma tarefa.

"O efeito da atenção é uma das razões pelas quais, quando você está praticando esportes e se machuca, você muitas vezes não toma consciência da lesão até que o jogo acabe e sua atenção e seu foco mudam.

"Nós já sabíamos que o nível de atenção de uma pessoa afeta o processamento da informação no cérebro, mas essa descoberta revela que o nível de atenção tem de ser devidamente controlado nas pesquisas que visam mapear com precisão as funções da medula espinhal," diz o Dr. Stroman.

Efeitos práticos

A pesquisa de mapeamento da medula espinhal tem implicações importantes para pessoas com lesões na medula espinhal que sofrem de Dores Crônicas.

A pesquisa também se aplica a quaisquer condições, incluindo esclerose múltipla, fibromialgia, ou condições congênitas, nas quais a função da medula espinhal é afetada.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Nervoso

Cérebro

Neurociências

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.