Brasil é 31º melhor lugar do mundo para idosos

O Brasil ocupa a 31ª posição em um ranking que avaliou a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas com mais de 60 anos em 91 países.

O levantamento Global AgeWatch Index 2013 foi feito pela ONG HelpAge International, que luta pelos direitos dos idosos.

Foram utilizados 13 indicadores relativos a quatro áreas consideradas essenciais à qualidade de vida dos idosos: garantia de renda, saúde, emprego e educação e ambiente social.

Em cada um desses quesitos, os países receberam notas que variaram de zero a cem. A média das notas estabeleceu a posição no ranking geral.

O Brasil, com nota 58,9, recebeu elogios no levantamento pela adoção do Estatuto do Idoso, aprovado em 2003.

O ranking cita as transferências de renda implementadas pelo governo brasileiro como uma medida que ajuda a mitigar a desigualdade, que prejudica o bem-estar dos idosos.

O melhor desempenho do país se deu na categoria garantia de renda, ocupando a 12ª posição mundial.

Já no quesito emprego e educação, que analisou o número de pessoas entre 55 e 64 anos empregadas e o grau de instrução dos idosos, o Brasil teve seu pior desempenho, ficando no 68º lugar, atrás de alguns de seus vizinhos, como Colômbia, Venezuela, Argentina e Uruguai.

Nas categorias saúde e ambiente social, o país obteve as 41ª e 40ª posições, respectivamente. Suécia

Ranking dos melhores países para idosos

  1. Suécia
  2. Noruega
  3. Alemanha
  4. Holanda
  5. Canadá
  6. Suíça
  7. Nova Zelândia
  8. Estados Unidos
  9. Islândia
  10. Japão
  11. ...
  12. Brasil
  13. ...
  14. Afeganistão

Segundo dados da ONU, o número de idosos no mundo ultrapassará 1 bilhão de pessoas nos próximos dez anos e chegará a 2 bilhões em 2050, quando eles corresponderão a mais de um quinto da população mundial.


Ver mais notícias sobre os temas:

Terceira Idade

Qualidade de Vida

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.