Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

31/03/2014

Melhor período para perder peso vai até um ano após gravidez

Com informações da BBC

O período entre três e 12 meses depois do parto é o ideal para perder os quilos extras ganhos durante a gravidez.

As mães que não conseguem perder o excesso de peso dentro de um ano depois do nascimento do bebê, ou engordam neste período, podem ter problemas mais tarde.

Contudo, os fatores de risco mais elevados para a saúde das mulheres - observados um ano depois do parto e naquelas que não emagreceram - não foram verificados três meses após o nascimento do bebê.

Daí a proposta dessa "janela temporal", entre três e 12 meses, para que as mulheres percam o peso ganho durante a gravidez.

E parece que é isto mesmo o que acontece na prática: ao fim do estudo, os médicos descobriram que 75% das mulheres pesquisadas perderam peso nesse período.

"Percebemos que o período entre três e 12 meses depois do parto é crucial. Neste período, médico e paciente devem prestar atenção ao controle do peso, o que poderá ser muito importante para a saúde metabólica e vascular a longo prazo", disse Ravi Retnakaran, pesquisador em diabetes e clínico do Hospital Mount Sinai (Canadá), responsável pela pesquisa.

Ganho de peso na gravidez

Por causa do crescimento do bebê, é normal o aumento de peso durante a gravidez. Em média, ao longo dos nove meses de gestação, as mulheres costumam ganhar cerca de 20% ou mais de seu peso total.

Depois do parto, as tentativas de perder peso podem ser prejudicadas pela falta de exercícios e também pela falta de sono.

A pesquisa também mostrou que o peso de uma mulher um ano depois do parto é um forte indício de como será seu peso 15 anos depois.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Cuidados com o Recém-nascido

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão