Metade da mortalidade infantil está no Nordeste e Amazônia

Meta do Milênio

O ministro da Saúde José Gomes Temporão revelou que metade dos casos de mortalidade infantil no Brasil acontece em 207 municípios do Nordeste e da Amazônia Legal. A declaração foi feita durante o Encontro Nacional de Prefeitos e Prefeitas.

Temporão convocou os prefeitos a colaborarem no desafio de reduzir a mortalidade infantil no Brasil e antecipar o cumprimento da Meta do Milênio. "Vamos alcançar a Meta do Milênio que prevê a redução dos atuais 19,3 casos de mortes por cada grupo de mil crianças menores de um ano, para 14,4 prevista para 2015. Vamos alcançá-la em 2012. Contamos com a participação dos municípios", disse.

Redução da mortalidade infantil

O ministro destacou a importância de atacar o problema desde a gravidez por meio de um trabalho de conscientização sobre a necessidade da gestante realizar o pré-natal. "Precisamos priorizar o período neonatal, o parto e o primeiro mês de vida. Nosso objetivo é reduzir a mortalidade 5% ao ano, através da qualificação da dos sistemas de urgência e emergência, ampliação dos bancos de leite humanos, transportes seguros através do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), para que nos locais mais distantes os pais possam transportar seus filhos com segurança até o atendimento médico", afirmou.

Por fim Temporão fez um apelo aos prefeitos para que atualizem as informações sobre as mortes de crianças nos seus municípios. "Os prefeitos deveriam monitorar de perto e exigir um atestado de cada caso de óbito em seu município, para o Ministério da Saúde é muito importante saber as causas", destacou.

Sobre a mortalidade infantil no Brasil, veja também a reportagem Queda do Brasil no ranking não significa piora na mortalidade infantil


Ver mais notícias sobre os temas:

Cuidados com o Recém-nascido

Gravidez

Prevenção

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.