Ministério da Saúde continuará monitorando gripe A (H1N1)

Gripe comum

Após a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciar o fim da epidemia da influenza A (H1N1) - gripe suína nesta terça-feira, o Ministério da Saúde informou que continuará promovendo ações de monitoramento e prevenção do vírus Influenza H1N1.

Mesmo sem altas incidências, o vírus continua circulando no mundo com comportamento similar ao da gripe comum.

Em apenas três meses, a campanha de vacinação no Brasil atingiu 88 milhões de pessoas.

Segundo o ministério, no período entre 1º de janeiro e 31 de julho deste ano, foram confirmados 753 casos de pessoas com influenza pandêmica que precisaram de internação e 95 mortes. Em 2009, foram 46.100 casos graves e 2.051 óbitos.

Doenças respiratórias agudas

Mesmo com intensa redução no número de casos graves e mortes pela doença desde março deste ano, o ministério manterá, junto com os estados e os municípios, o monitoramento da gripe.

Além do vírus, o Brasil também apresenta uma proporção, que varia entre baixa e moderada, de pessoas com doenças respiratórias agudas.

Por isso, é necessário que a população mantenha os cuidados típicos do período do inverno, como lavar as mãos frequentemente e usar lenços descartáveis.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Prevenção

Saúde Pública

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.