Mulher dá à luz com ovário congelado na adolescência

Uma mulher de 27 anos, nascida no Congo e vivendo atualmente na Bélgica, deu à luz um bebê com a ajuda de um ovário que foi congelado quando ela estava no início da adolescência.

Os médicos decidiram retirar um de seus ovários e congelar fragmentos dele quando ela tinha 13 anos como uma medida preventiva, já que ela estava prestes a iniciar um tratamento com quimioterapia que provavelmente a deixaria infértil.

A ideia era a de que, quando ela quisesse engravidar, poderia ter esses fragmentos de seu próprio tecido ovariano reimplantados. Se desse certo, isso "reativaria" o órgão.

Dez anos depois, o procedimento se mostrou bem-sucedido. A mulher deu à luz um menino em novembro do ano passado.

O procedimento inédito foi descrito em um artigo na revista especializada Human Reproduction.

Reimplante de ovário congelado

A paciente foi diagnosticada aos 5 anos com uma doença hereditária chamada anemia falciforme. A retirada de seu ovário deu-se quando ela tinha 13 anos.

A quimioterapia foi bem-sucedida mas, como previsto, ela acabou, efetivamente, perdendo as funções do outro ovário.

Dez anos depois, ela decidiu engravidar. Quatro fragmentos dos tecidos ovarianos congelados foram implantados no ovário remanescente e 11 outros fragmentos em outras partes de seu aparelho reprodutivo. A paciente então começou a menstruar espontaneamente cinco meses após os enxertos e ficou grávida dois anos depois.

A ginecologista que conduziu o tratamento, Isabelle Demeestere, disse que a esperança agora é que o procedimento ajude outras jovens com risco de falência ovariana.

Ela também afirmou que a técnica é mais indicada para pacientes com alta probabilidade de perder o órgão, diante dos riscos intrínsecos a um transplante de tecido.

Cerca de 40 bebês no mundo todo nasceram de mães que receberam tecido de ovário congelado, mas em todos os casos as mulheres já eram adultas. Este é o primeiro caso de tecido congelado antes que a mulher começasse a menstruar.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Saúde da Mulher

Implantes

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.