Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

21/12/2012

Mulheres não casadas legalmente estão mais sujeitas à violência

Redação do Diário da Saúde

Benefícios do casamento

As mulheres legalmente casadas sofrem menos abuso do parceiro, estão menos sujeitas ao abuso de substâncias químicas e têm menos depressão durante a gravidez e pós-parto.

A medida foi feita em comparação com mulheres que estão vivendo em união estável ou não têm um parceiro.

As mulheres não legalmente casadas que vivem com seus parceiros há menos de dois anos são as mais propensas a experimentar pelo menos um dos três problemas.

No entanto, esses problemas se tornaram menos frequentes quanto mais tempo o casal viveu junto, mesmo não legalmente casados.

Divórcio e gravidez

O Dr. Marcelo Urquia, epidemiologista no Hospital St. Michael (Canadá), afirma que, como cada vez mais crianças estão nascendo de pais não casados, ele queria saber mais sobre os riscos e benefícios não apenas de os pais serem solteiros ou casados, mas também dos vários tipos de relacionamento.

Ele descobriu que os problemas são mais comuns entre as mulheres separadas ou divorciadas, especialmente se o casal se separou menos de 12 meses antes de o filho nascer.

"O que é novo neste estudo é que, pela primeira vez nós observamos o período de coabitação de não casados, e verificamos que, quanto menor o tempo de coabitação, mais as mulheres estão propensas a sofrer violência do parceiro, abuso de drogas ou depressão no período da concepção, gestação e parto," disse o Dr. Urquia.

Causa ou consequência

O estudo revelou que 20% das mulheres que moram com os companheiros, mas não são legalmente casadas, sofreram pelo menos uma dessas três condições psicossociais.

O número subiu para 35% para as mulheres solteiras que nunca se casaram e para 67% entre aquelas que se separaram ou se divorciaram no ano antes do nascimento do filho.

O Dr. Urquia afirma que ainda não está claro se problemas como violência do parceiro ou abuso de substâncias foram a causa ou o resultado das separações.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Violência

Saúde da Mulher

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ultrassom no 1º trimestre de gravidez pode agravar autismo

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão