Nobel de Medicina vai para logística celular

Os norte-americanos James E. Rothman e Randy W. Schekman e o alemão Thomas C. Südhof são os vencedores do Prêmio Nobel da Medicina 2013.

Os três foram distinguidos por descobertas sobre o sistema de transporte de compostos nas células.

Segundo o comitê do Nobel, o prêmio foi concedido ao trio por "suas descobertas da engrenagem que regula o trânsito vesicular, um sistema de transporte essencial em nossas células".

Cada célula funciona como uma fábrica que produz e exporta moléculas. Para isso, elas contam com um sistema de "logística celular", que se encarrega de buscar os insumos necessários e despachar os produtos.

"Por exemplo, a insulina é produzida e liberada no sangue e sinais químicos [neurotransmissores] são enviados de uma célula nervosa para outra. Essas moléculas são transportadas por meio da célula em pequenos pacotes chamados vacúolos", explicou o comitê.

As descobertas tiveram impacto importante na compreensão de como as moléculas são colocadas dentro e levadas para fora das células.

Trata-se tipicamente de um trabalho de ciência básica, que descreve como as coisas funcionam nos seres vivos, ao contrário de pesquisas aplicadas, mais voltadas para os problemas que surgem nos seres vivos e ao desenvolvimento de medicamentos ou soluções para esses problemas.

Sem esse conhecimento fundamental, os cientistas não teriam como desenvolver as pesquisas aplicadas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Eventos

Desenvolvimento de Medicamentos

Medicamentos Naturais

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.