Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

03/10/2011

Nobel de Medicina vai para pesquisas sobre sistema imunológico

Redação do Diário da Saúde

Imunidade inata e adaptativa

O Prêmio Nobel de Medicina de 2011 foi atribuído a três cientistas que desvendaram importantes mecanismos de funcionamento do sistema imunológico, o aparato que o corpo usa para se defender das doenças.

O Nobel de Medicina - no valor de R$ 2,7 milhões - será dividido em duas partes.

A primeira caberá ao canadense Ralph Steinman por sua descoberta das células dendríticas e seu papel na imunidade adaptativa.

A segunda metade será dividida por Bruce Beutler, dos Estados Unidos, e Jules Hoffmann, de Luxemburgo, por suas descobertas sobre a ativação do sistema imunológico inato.

Vacina terapêutica

"Os laureados do Nobel deste ano revolucionaram nossa compreensão do sistema imunológico ao descobrir princípios cruciais para a sua ativação", afirma o comunicado do comitê do Prêmio Nobel.

O comunicado ressalta ainda a importância dos trabalhos dos três cientistas para o aprimoramento de vacinas contra doenças infecciosas e para novas abordagens de combate ao câncer.

Estas pesquisas sobre o sistema imunológico ajudaram a lançar as bases da chamada vacina terapêutica, que estimula o sistema imunológico a atacar tumores.

O Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia é tradicionalmente o primeiro a ser anunciado. Nos próximos dias, o comitê divulgará os premiados em química, física, literatura, economia e paz.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Imunológico

Desenvolvimento de Medicamentos

Vacinas

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão