Nobel de Medicina premia reciclagem celular

Autofagia

O cientista japonês Yoshinori Ohsumi ganhou o Prêmio Nobel de Medicina de 2016 pela descoberta do mecanismo de autofagia, processo pelo qual as células "digerem" partes de si mesmas.

Em organismos desnutridos, a autofagia é uma das estratégias de sobrevivência e permite que as células redistribuam os nutrientes para conseguir executar as atividades mais essenciais à vida.

O conceito de autofagia foi descoberto em 1960, quando cientistas observaram que as células eram capazes de destruir seus próprios componentes e transportá-los para a unidade celular chamada de lisossomo, onde eles são degradados.

Mecanismos da autofagia

No início da década de 1990, contudo, Ohsumi, pesquisador da Universidade de Tóquio, fez uma série de experiências com levedura para identificar os genes ligados à autofagia, finalmente elucidando os mecanismos de seu funcionamento.

Nobel de Medicina premia reciclagem celular
A autofagia é um mecanismo pelo qual as células se alimentam de partes de si mesmas em situações de falta de alimento.
[Imagem: Nobel Foundation/Divulgação]

Isto permitiu que se tivesse uma ideia da verdadeira importância do mecanismo de reciclagem celular e sua importância em muitos processos fisiológicos, como a adaptação à falta de alimentação e a resposta a infecções.

Mutações nos genes responsáveis pela autofagia podem causar doenças, e o processo autofágico está envolvido em várias condições, incluindo cânceres e doenças neurológicas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Eventos

Infecções

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.