Você sabe o que é gravidez molar?

Gravidez Molar

A gravidez molar, ou doença trofoblástica gestacional, é resultado de uma falha na fertilização do óvulo, que leva ao desenvolvimento placentário anormal, causando a falência do desenvolvimento do feto.

Ela começa com os mesmos sinais e sintomas de uma gestação, ou seja, o atraso menstrual, a presença de náuseas e vômitos (normalmente mais intensos do que em uma gravidez normal) e o aumento do ventre mais rápido do que a idade gestacional.

Porém, o sintoma mais comum do problema na gestação é a presença de sangramento, na forma de uma secreção escura.

Estima-se que haja no Brasil um caso de gravidez molar para cada 200 a 400 gestações normais, o que faz com que a doença seja pouco frequente e, por isso, desconhecida da população e mesmo de muitos médicos.

Segundo o Dr. Antônio Braga, professor de obstetrícia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a mola hidatiforme é uma doença da gravidez em que o feto não se desenvolve normalmente, com elevado risco de progressão para o câncer da placenta, chamado de neoplasia trofoblástica gestacional.

"Infelizmente, nesses casos, a gravidez não vai adiante. Contudo, recebendo tratamento adequado, a mulher pode engravidar de novo, fazer o pré-natal e ganhar seu bebê com segurança," disse ele.

Hormônio hCG

Toda mulher grávida produz um hormônio chamado de gonadotrofina coriônica humana (hCG). Nos casos de gravidez molar, a persistência desse hormônio ou sua elevação significa que houve invasão da parede uterina (mola invasora) ou sua transformação maligna (coriocarcinoma ou tumor trofoblástico do sítio placentário).

Daí a importância do seguimento contínuo e sistemático das pacientes mediante dosagens periódicas de hCG para monitorar a evolução da doença, que pode prosseguir com remissão espontânea ou com evolução para a neoplasia trofoblástica - nesse caso, é necessário tratamento para atingir a remissão e garantir a cura.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Saúde da Mulher

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.