O tempo é aquilo que nós fazemos dele

O tempo é aquilo que nós fazemos dele
"Nossa pesquisa mostrou que não é necessariamente a pressão do tempo, mas é a percepção da pressão do tempo que afeta você."
[Imagem: Marcin Cieslak /Wikimedia Commons]

Percepção do tempo

Fale com qualquer pessoa sobre um projeto que ela estiver conduzindo e a principal preocupação que você ouvirá será "O tempo não será suficiente para terminar."

Mas, em vez de tempo, talvez o que essa pessoa precise seja uma mudança na sua própria percepção.

"Nossa pesquisa mostrou que não é necessariamente a pressão do tempo, mas é a percepção da pressão do tempo que afeta você," explica Michael DeDonno, pesquisador em psicologia da Universidade Case Western (Estados Unidos). "Se você sente que não tem tempo suficiente para fazer algo, isso o afetará."

Informações sobre o tempo

DeDonno pesquisou 163 profissionais que passavam por um teste de avaliação psicológica para analisar o efeito da percepção da pressão do tempo sobre uma tarefa de aprendizagem. Seu estudo, o primeiro a estudar a relação entre a percepção da pressão do tempo e o desempenho no teste, foi publicado na revista Judgment and Decision Making.

Ele dividiu os participantes em dois grupos: o primeiro foi informado de que o tempo dado para a tarefa seria insuficiente, e o controle de controle, que foi informado de que o tempo era suficiente. Na realidade, os dois grupos tinham tempo suficiente para fazer a tarefa.

Ao longo da tarefa, cada um dos dois grupos foi sendo quebrado em subgrupos, com um dos subgrupos recebendo menos tempo de fato, sem qualquer aviso, para pensar nas tarefas.

Tempo e desempenho

Os resultados mostraram que o participantes que foram alertados que não teriam tempo suficiente saíram-se pior do que aqueles que tinham a informação de que o tempo era o bastante para a realização da tarefa, independentemente do tempo real alocado a cada um.

"Seu eu lhe digo que você não tem tempo suficiente, seu desempenho será ruim tenha você tempo bastante ou não. Se lhe disser que você tem o tempo necessário, nos dois cenários (tendo de fato ou não), você se sairá melhor do que aqueles que pensam que não têm tempo," diz DeDonno.

Como evitar a pressão do tempo

Embora ainda fique por ser explicado exatamente por que a percepção do tempo afeta o desempenho, DeDonno afirma que há formas de combater esse efeito.

"A tomada de decisão pode ser baseada em emoções, assim, mantenha suas emoções sob controle. Tenha confiança na quantidade de tempo que você tem para desempenhar sua tarefa. Tente focar na tarefa e não no tempo. Nós não controlamos o tempo, mas podemos controlar nossa percepção. É incrível o que você consegue fazer em um período muito limitado de tempo," diz o psicólogo.

"O tempo é relevante. Simplesmente tenha confiança no tempo que lhe foi dado. Eu sempre digo aos meus alunos: 'Faça o melhor que puder no tempo dado. Quando ele acabar, ele acabou.'", conclui o pesquisador.


Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Sentimentos

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.