OMS convoca reunião de emergência sobre MERS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou a convocação de uma comissão de emergências sobre a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS).

Ao todo, 126 pessoas foram infectadas na Coreia do Sul pelo coronavírus MERS desde o primeiro diagnóstico, em 20 de maio, de um homem que tinha estado na Arábia Saudita e em outros países do Golfo Pérsico.

Quase 4.000 pessoas foram postas em quarentena, em casa ou no hospital. contra 3.805 nessa quinta-feira.

MERS-CoV

O maior surto do vírus, até agora, havia acontecido na Arábia Saudita, onde a doença foi batizada de Síndrome Respiratória do Oriente Médio, ou MERS, na sigla em inglês. A doença é causada por um coronavírus, chamado MERS-CoV.

O MERS-CoV é um vírus com alta taxa de mortalidade, embora menos contagioso, do que o responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS, a sigla em inglês) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

O vírus da MERS provoca infeção pulmonar, febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, vacina ou tratamento para o vírus. A doença registra taxa de mortalidade de cerca de 35%, de acordo com a OMS.

Na Arábia Saudita, mais de 950 pessoas foram contaminadas desde 2012 e 412 morreram.

"O número de novos casos diminuiu, mas devemos vigiar a situação", declarou um porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic.

"Trata-se de analisar a situação" e determinar se "constitui uma emergência de saúde pública de alcance internacional", acrescentou Jasarevic, acrescentando que a última reunião da comissão ocorreu em 5 de fevereiro passado.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Vírus

Infecções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.