Despertador molecular acorda óvulos para maturação

Óvulos acordam para maturação com relógio despertador molecular
Folículo ovárico da mosca da fruta com os cromossomos marcados em verde e a proteína dKDM5 em vermelho.
[Imagem: Paulo Navarro-Costa/IGC]

Fertilidade feminina

No início da vida reprodutiva de uma mulher, seu ovário contém milhares de óvulos imaturos, em um estado de repouso que pode durar várias décadas.

Mas como é que cada óvulo sabe quando é o momento certo para que especificamente ele se prepare para a ovulação?

A resposta a essa pergunta secular começou a ser dada agora por cientistas do Instituto Gulbenkian de Ciência e da Universidade de Algarve (Portugal).

Eles descobriram um "relógio despertador molecular" na forma de uma proteína, chamada dKDM5, que avisa os óvulos em repouso que chegou o momento de acordarem. Defeitos no funcionamento deste despertador resultam em problemas na fertilidade feminina.

"Se esse despertador molecular for programado de forma incorreta, por exemplo devido a defeitos na proteína dKDM5, as fêmeas tornam-se inférteis porque os seus óvulos não conseguem completar a meiose," explica o professor Rui Martinho, coordenador da equipe.

Relógio despertador molecular

Durante o período de repouso, os óvulos desligam os seus genes de forma a conseguirem entrar em um estado parecido com a hibernação. Quando despertam, precisam voltar a ligar seus genes para poderem crescer e preparar-se para a ovulação.

O que os pesquisadores portugueses descobriram é que o momento de ativação dos genes é programado diretamente nos cromossomos do óvulo, por meio da proteína dKDM5, que modifica os cromossomos de modo que eles só consigam ativar os seus genes no momento certo.

Uma propriedade inesperada deste despertador molecular está no fato de ele ser programado nas fases iniciais da formação dos óvulos, muito antes de essas células precisarem maturar.

"Estes resultados ilustram a importância das fases iniciais da vida do óvulo para a fertilidade feminina. No caso dos seres humanos, essas fases iniciais ocorrem antes de as mulheres nascerem, quando ainda estão no útero da mãe. O período de desenvolvimento pré-natal é assim absolutamente determinante para a futura formação de células reprodutoras saudáveis", explica Paulo Navarro-Costa, principal descobridor do mecanismo de despertador molecular.

Os resultados foram publicados na revista Nature Communications.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde da Mulher

Sexualidade

Reprodução Assistida

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.