Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

10/09/2012

Pele e sistema imunológico têm papel essencial na pressão sanguínea

Redação do Diário da Saúde

Pressão alta sem sal

A pressão alta, ou hipertensão, é responsável por muitas doenças cardiovasculares.

A ingestão elevada de sal tem sido considerada um fator de risco para a pressão arterial elevada, mas nem todos os tipos de pressão alta estão associados com comidas muito salgadas.

Isto tem intrigado os cientistas há muito tempo.

Agora, Jens Titze, da Universidade de Erlangen (Alemanha) descobriu mecanismos anteriormente desconhecidos que podem resolver este quebra-cabeças.

Pele e o sistema imunológico

Os resultados mostram que a pele e o sistema imunológico desempenham um papel importante na regulação do equilíbrio do sódio no organismo e, por decorrência, da hipertensão.

O balanço entre a água e o sal no corpo é crucial para a pressão arterial.

O ator decisivo nesse trabalho é o rim, que regula a quantidade de água retida no corpo e quanto é excretada.

Deste modo, o rim regula o volume de sangue e, assim, influencia a pressão sanguínea.

Mecanismos da hipertensão

No entanto, as novas descobertas do professor Titze, um dos maiores especialistas na área em nível mundial, mostram que órgãos e sistemas do corpo que nunca antes foram associados com a água e com o equilíbrio do sal no corpo têm uma influência sobre a pressão sanguínea: a pele e o sistema imunológico.

"A concentração de sódio pode ser mais elevada na pele do que no sangue. Isto significa que não é apenas o rim que regula o equilíbrio de sódio, tinha de haver mecanismos adicionais," explica o pesquisador.

O sistema imunológico é um desses mecanismos.

Um tipo específico de célula imunológica, os macrófagos - literalmente "grandes comedores", em grego - reconhecem os níveis de sódio na pele.

Em seguida, eles ativam um gene que, por sua vez, assegura que o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF-C) seja liberado em grandes quantidades na pele.

O VEGF-C controla o crescimento de vasos linfáticos, que transportam fluidos e sódio.

Se esse fator for liberado em quantidades maiores, crescem novos vasos linfáticos na pele, assegurando que o sódio armazenado possa ser transportado novamente, com o excesso sendo retirado.

Equilíbrio de sal

Em experimentos com animais, equipe do professor Titze bloqueou este mecanismo.

Como resultado, as cobaias desenvolveram hipertensão.

"As células do sistema imunológico aparentemente regulam o equilíbrio de sal e a pressão arterial," disse o professor Titze.

"Além disso, dados de um primeiro estudo clínico mostram que grandes quantidades de sal são armazenadas na pele de pacientes com pressão sanguínea elevada," concluiu.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Circulatório

Sistema Imunológico

Cuidados com a Pele

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ultrassom no 1º trimestre de gravidez pode agravar autismo

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão