Pensando como um Presidente: Como o poder afeta as decisões?

Como funciona a mente do Presidente

Por que uma pessoa muda tanto quando se transforma de "candidato" em Presidente? Estudiosos e biógrafos têm escrito volumes e mais volumes tentando entender como funciona a mente do Presidente de um país.

Como alguém pode lidar com tantas e tão complexas decisões? Será que as pessoas que se candidatam a presidente têm um enfoque diferenciado nas tomadas de decisão?

Como o poder muda a forma de pensar

Estudos têm sugerido que o poder muda não apenas as responsabilidades de uma pessoa, mas também a forma como eles pensam.

Agora, um novo estudo que acaba de ser publicado no jornal científico Psychological Science demonstra que ter poder pode levar as pessoas automaticamente a pensar de uma forma que torna mais fácil lidar com as tomadas de decisão mais complexas.

O poder da intuição

Pesquisas anteriores demonstraram que a maioria das pessoas consegue resolver melhor problemas complexos quando utiliza pensamentos inconscientes - a chamada intuição - do que quando dedicam longos períodos para examinar deliberada e conscientemente o problema (veja Ao tomar uma decisão difícil, é melhor não pensar muito e Intuição supera raciocínio lógico na hora de decidir entre certo e errado).

A mente consciente não é capaz de considerar todas as possibilidades do problema e das possíveis soluções, e a pessoa geralmente envereda pela análise de detalhes irrelevantes.

Já os "pensadores inconscientes", aqueles que usam melhor sua intuição, são melhores em resolver problemas complexos porque eles são capazes de pensar abstratamente e muito rapidamente, captando a essência do problema sem perder tempo com detalhes sem importância.

Presidentes usam mais a intuição

Os resultados desta pesquisa, que comparou o comportamento e a forma de pensar de voluntários colocados em situações de poder e de total impotência, mostram que os voluntários sem poder saem-se melhor na solução dos problemas quando são distraídos por outras tarefas, isto é, quando eles deixam que o seu pensamento inconsciente lide com as informações e leve à tomada de decisão, confirmando as pesquisas anteriores.

Já os voluntários "poderosos" saem-se igualmente bem, tendo sido distraídos ou não. Isto demonstra que a forma de pensar consciente de uma pessoa com poder é muito semelhante à intuição das pessoas comuns.

É isso que faz com que os Presidentes e outras pessoas em situações de poder tenham maior capacidade de abstração e sejam melhores em lidar com situações complexas: eles usam melhor a sua intuição, ou, em termos mais técnicos, o seu pensamento inconsciente.


Ver mais notícias sobre os temas:

Intuição

Mente

Cérebro

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.