Percepção das emoções varia de uma cultura para outra

Percepção das emoções varia de uma cultura para outra
Quer saber como uma pessoa japonesa está se sentindo? Preste atenção ao seu tom de voz, e não ao seu rosto.
[Imagem: Wikimedia]

Entendendo emoções

Quer saber como uma pessoa japonesa está se sentindo? Preste atenção ao seu tom de voz, e não ao seu rosto.

Naturalmente, é exatamente isso o que as outras pessoas japonesas fazem.

Um novo estudo examinou como pessoas holandesas e japonesas avaliam as emoções dos outros e descobriram que as pessoas holandesas prestam muito mais atenção à expressão facial do que os japoneses.

"Como os seres humanos são animais sociais, é importante para o ser humano compreender o estado emocional das outras pessoas para manter boas relações," diz Akihiro Tanaka, do Instituto Waseda de Estudos Avançados, no Japão.

Emoção na voz

A maioria das pesquisas sobre a compreensão do estado emocional dos outros tem sido feita sobre a expressão facial.

Tanaka e seus colegas do Japão e da Holanda queriam saber como o tom de voz e as expressões faciais trabalham em conjunto para transmitir o estado emocional de alguém.

Para isso, os pesquisadores fizeram um vídeo de atores dizendo uma frase com um significado neutro - "É isso mesmo?" - de duas maneiras: com raiva e feliz. Isso foi feito em japonês e em holandês.

Então eles editaram os vídeos de forma a ter gravações de alguém dizendo a frase com raiva, mas com uma cara feliz, e dizendo a frase com voz feliz, mas com uma cara de bravo.

Os voluntários assistiram aos vídeos em sua língua nativa e na outra língua e assinalaram se a pessoa estava feliz ou com raiva.

Os pesquisadores descobriram que os participantes japoneses dão mais atenção para a voz do que os holandeses, mesmo quando eles foram instruídos a julgar a emoção do personagem mostrado no vídeo pelo rosto e ignorar a voz.

Escondendo emoções negativas

Isso faz sentido quando se olha para as diferenças entre a maneira como holandeses e japoneses se comunicam, diz Tanaka: "Eu acho que os japoneses tendem a sorrir para esconder as suas emoções negativas, mas é mais difícil esconder as emoções negativas na sua voz."

Isto pode levar a confusões quando uma pessoa holandesa, que está acostumada com uma correspondência entre a voz e a expressão do rosto, conversa com pessoas japonesas - elas podem ver um rosto sorridente e achar que está tudo bem, por não perceber as alterações no tom de voz.

"Nossos resultados podem contribuir para uma melhor comunicação entre as diferentes culturas", diz Tanaka.

Os resultados foram publicados na revista especializada Psychological Science.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Sentimentos

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.