Perder peso melhora a memória e a concentração

Leveza para a memória

Pesquisadores descobriram uma ligação entre a perda de peso e a melhoria da memória e da concentração.

O estudo mostra que pacientes submetidos à cirurgia bariátrica apresentaram uma melhora significativa na memória 12 semanas após a cirurgia.

"A ideia inicial [da pesquisa] veio do nosso trabalho clínico," conta John Gunstad, da Universidade Kent, nos Estados Unidos. "Tive a oportunidade de trabalhar com um grande número de pessoas que estavam tentando perder peso, quer através de meios comportamentais ou por meio da cirurgia."

Testes cognitivos

Gunstad conta ter observado que os dois grupos de pacientes cometem erros semelhantes em testes cognitivos, o que os faz cair para uma faixa abaixo do considerado normal para a população como um todo.

Contudo, os pacientes submetidos à cirurgia bariátrica apresentaram uma melhoria da memória e da concentração 12 semanas após a cirurgia, melhorando seus resultados dos testes cognitivos - na média, eles passaram do nível "ligeiramente deficiente", antes da cirurgia, para "normal" depois da cirurgia.

"A principal motivação para estudar os pacientes da cirurgia é que sabemos que eles perdem muito peso em um curto espaço de tempo, então é um bom grupo para estudar", disse Gunstad. "Este é o primeiro indício de que, ao passar por esta cirurgia, as pessoas podem melhorar sua memória, concentração e capacidade de resolução de problemas."

Razões mentais para a perda de peso

Os cientistas afirmam que os resultados dão muitas razões para otimismo porque, ao contrário de outras condições médicas, a obesidade pode ser cuidada e revertida.

"Muitos dos fatores que acompanham a obesidade - tais como pressão alta, diabetes tipo 2 e apneia do sono - podem danificar o cérebro, mas são de certa forma reversíveis," disse Gunstad. "Como esses problemas desaparecem, o funcionamento da memória fica melhor."

Ao mostrar que os efeitos da obesidade também são reversíveis, as pessoas podem encontrar razões mais fortes que as levem a lutar contra o excesso de peso - a melhoria do funcionamento da mente, com eventuais melhorias no rendimento nos estudos, no trabalho, ou mesmo no dia-a-dia, parece ser uma razão forte o bastante.

Saúde do cérebro e do coração

A equipe agora vai acompanhar os participantes do estudo por dois anos, aferindo se os ganhos cognitivos se mantêm, se voltam a cair ou mesmo se melhoram ainda mais com o passar do tempo.

"Uma das coisas que nós sabemos é que, conforme os indivíduos se tornam mais saudáveis do ponto de vista cardiovascular, a saúde do seu cérebro também melhora," conclui Gunstad.


Ver mais notícias sobre os temas:

Obesidade

Memória

Mente

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.