Por que algumas pessoas não gostam da gratidão?

Por que algumas pessoas não gostam da gratidão?
A gratidão pode ser treinada: por exemplo, escrevendo cartas com mensagens de gratidão, o que resulta em um aumento de felicidade para quem escreve.
[Imagem: Wikimedia Commons]

Não, obrigado!

Quando você recebe um presente de alguém, você tem sentimentos de gratidão?

Ou é mais provável que você se sinta incomodado por se ver obrigado a retribuir o gesto?

Embora possa não soar como politicamente correto, o fato é que nem todo mundo experimenta o sentimento de gratidão em resposta à generosidade dos outros.

Foi o que descobriram Suzanne Parker e Anthony Ahrens, da Universidade Americana (EUA), conforme eles relatam em um artigo publicado na revista científica Cognition and Emotion.

Autonomia

Mas o que faria com que algumas pessoas não sintam gratidão por gestos que, para outras, selam definitivamente laços de amizade duradoura?

Os experimentos feitos com os voluntários apontam para um estilo pessoal mais autônomo, com um maior senso de independência e autoconfiança.

Indivíduos com maior autonomia, que não querem depender dos outros ou que os outros dependam deles, apresentaram menos gratidão em relação aos gestos dos outros, e também valorizaram menos a gratidão quando eles é que faziam o gesto compassivo - uma ação que normalmente produz gratidão no outro.

"Não há nada de errado com a autossuficiência e a valorização da autonomia. A preocupação é, até que ponto isso poderia interferir com os processos que unem as pessoas?" ponderou o professor Ahrens.

Gratidão

A gratidão tem sido amplamente estudada em psicologia, e os pesquisadores estão encontrando indícios de seus muitos benefícios. Ela ajuda a construir relacionamentos, reduz a impaciência e tem sido associada com o bem-estar físico e mental, por exemplo.

"A qualidade dos relacionamentos pode ser prejudicada na ausência de expressões de gratidão. Uma pessoa que é mais autônoma pode interpretar mal um gesto bem-intencionado do seu parceiro. Uma ação compassiva pode ser vista como intrusiva, em vez de solidária," disse Ahrens. "Outras pesquisas mostraram que a autonomia pode levar a uma aversão a qualquer forma de dependência dos outros, tornando os indivíduos vulneráveis à depressão".

Ahrens teoriza que as pessoas que valorizam a independência em um grau muito alto não gostam da gratidão e pensam que ela poderia torná-las fracas. Por isso ele pretende pesquisar agora mensagens culturais que possam estar relacionadas à autonomia e podem cumprir um papel nesse tipo de comportamento.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sentimentos

Relacionamentos

Comportamento

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.