Rumo ao sangue artificial: Cientistas criam plaquetas sintéticas

Cientistas criam plaquetas artificiais
Ilustração mostrando as plaquetas artificiais junto com as células naturais.
[Imagem: Peter Allen]

Curativos naturais

A criação de sangue artificial é um sonho de longa data, que mais recentemente os cientistas vêm tentando realizar usando células-tronco.

Agora eles deram um passo importante nesse sentido, criando uma versão artificial de um dos componentes mais importantes do sangue humano: as plaquetas.

As plaquetas são responsáveis por estancar sangramentos e permitir a cicatrização de ferimentos.

Segundo Nishit Doshi, da Universidade de Santa Bárbara (EUA), as plaquetas sintéticas têm potencial para serem usadas também em muitas outras aplicações biomédicas.

Plaquetas artificiais

Em formato de disco, as plaquetas são menores do que os glóbulos vermelhos, com diâmetros entre 2 e 4 micrômetros (milésimos de milímetro).

Para imitar as dimensões, o formato, e a funcionalidade superficial das plaquetas naturais, os pesquisadores tiveram que partir de um molde plástico, sobre o qual foram depositadas camadas de proteínas e compostos conhecidos como polieletrólitos.

Como o plástico é rígido demais em comparação com a flexibilidade das plaquetas naturais, o molde inicial é posteriormente dissolvido com um composto químico.

Já sem o plástico, a plaqueta sintética foi recoberta com as mesmas proteínas encontradas das plaquetas naturais.

Evitar sangramentos e coágulos

Segundo os pesquisadores, depois de serem adequadamente testadas, verificando-se sua segurança para o corpo humano, as plaquetas artificiais poderão ser usadas em diversas situações, como na interrupção de hemorragias e para o controle de sangramentos durante as cirurgias.

Outra possibilidade promissora de uso é no envio de medicamentos específicos para dissolver coágulos, presentes em condições graves, como derrames e tromboses.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Circulatório

Cirurgias

Acidentes

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.