Proteína revela risco de diabetes anos anos da doença aparecer

Proteína revela risco de diabetes anos anos da doença aparecer
"Se pudermos apontar um aumento do risco de diabetes para um indivíduo de meia-idade, com peso normal, utilizando um simples exame de sangue, até dez anos antes da doença se desenvolver, isso pode lhe dar uma forte motivação para melhorar seu estilo de vida e reduzir o risco."
[Imagem: Mahdi et al./Cell Metabolism]

Proteína SFRP4

Cientistas suecos descobriram uma proteína que pode indicar o surgimento do diabetes muito antes que a doença possa ser diagnosticada.

Quando um paciente é diagnosticado com diabetes tipo 2, a doença geralmente já progrediu ao longo de vários anos, com danos irreversíveis em áreas como os vasos sanguíneos e os olhos.

"Nós descobrimos que indivíduos que apresentam níveis acima da média de uma proteína chamada SFRP4, presente no sangue, são cinco vezes mais propensos a desenvolver diabetes nos anos seguintes do que pessoas com níveis normais da proteína," conta o Dr. Anders Rosengren, da Universidade de Lund (Suécia).

Inflamação crônica

Já se sabia que a proteína SFRP4 desempenha um papel importante nos processos inflamatórios.

Mas esta é a primeira vez que se demonstra uma ligação entre esta proteína e o surgimento do diabetes tipo 2.

O estudo, que envolveu a comparação de células beta produtoras de insulina, doadas por indivíduos saudáveis e pessoas com diabetes, mostrou que as células dos diabéticos apresentam um nível substancialmente mais elevado da proteína.

É também a primeira vez que se estabelece uma conexão entre a inflamação nas células beta e o diabetes.

"A teoria tem sido que um baixo grau de inflamação crônica enfraquece as células beta de modo que elas já não são capazes de secretar insulina suficiente. Não há dúvida de que múltiplas razões explicam o enfraquecimento, mas a proteína SFRP4 é decididamente uma delas," disse Taman Mahdi, principal autor do estudo.

Secreção de insulina

Entre os voluntários que apresentaram maiores níveis médios da proteína, 37% desenvolveram diabetes durante o período do estudo. Entre aqueles com um nível inferior à média, apenas 9% desenvolveram a doença.

"Isso a torna um marcador de risco forte que está presente vários anos antes do diagnóstico. Nós também identificamos o mecanismo de como a SFRP4 prejudica a secreção de insulina. O marcador, portanto, reflete não só um maior risco, mas também um processo em curso da doença," assegura Anders Rosengren.

"Se pudermos apontar um aumento do risco de diabetes para um indivíduo de meia-idade, com peso normal, utilizando um simples exame de sangue, até dez anos antes da doença se desenvolver, isso pode lhe dar uma forte motivação para melhorar seu estilo de vida e reduzir o risco," conclui o pesquisador.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Sistema Circulatório

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.