Proteína sintética ativa imunidade contra gripe

Proteína sintética ativa imunidade contra gripe
Como a EP67 não age sobre o vírus, mas no próprio sistema imunológico, ela funciona sempre da mesma, não importando qual a cepa do vírus da gripe. A imagem mostra vírus da gripe A vistos por microscópio eletrônico.
[Imagem: SDSU]

Gatilho imunológico

Cientistas podem ter encontrado o segredo para ajudar o sistema imunológico a combater a gripe antes que a pessoa fique doente.

O novo estudo, publicado na revista científica PLoS ONE, conclui que a EP67, uma proteína sintética, é capaz de ativar o sistema imunológico em apenas duas horas depois de ser administrada.

O experimento, que apresentou resultados encorajadores, foi feito em camundongos, e ainda não foi avaliado em seres humanos.

Reação instantânea

Antes deste estudo, a EP67 vinha sendo usada principalmente como um adjuvante para vacinas, algo adicionado à vacina para ajudar a ativar a resposta imunológica.

Mas Joy Phillips (Universidade Estadual de San Diego) e Sam Sanderson (Universidade de Nebraska), descobriram que ela tem potencial para agir por conta própria.

"O vírus da gripe é muito sorrateiro, e opera ativamente para evitar que o sistema imunológico o detecte por alguns dias, até que você comece a perceber os sintomas," disse Phillips.

"Nossa pesquisa mostrou que a introdução da EP67 no corpo 24 horas após a exposição ao vírus da gripe faz com que o sistema imunológico reaja quase imediatamente contra a ameaça, bem antes do corpo fazê-lo normalmente," conta a pesquisadora.

Contra qualquer vírus

Como a EP67 não age sobre o vírus, mas no próprio sistema imunológico, ela funciona sempre da mesma, não importando qual a cepa do vírus da gripe - ao contrário da vacina contra a gripe, que tem de corresponder exatamente à cepa em circulação.

A Dra. Phillips afirmou que, embora este estudo tenha se centrado na gripe, a EP67 tem o potencial para agir em outras doenças respiratórias e infecções fúngicas, e poderia ter um enorme potencial para a emergência terapêutica.

Ela disse que há também implicações para aplicações veterinárias, já que a EP67 é ativa em animais, incluindo aves.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Imunológico

Vacinas

Vírus

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.