Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

14/09/2012

Quando mentimos? Quando estamos sem tempo e cheios de razões

Redação do Diário da Saúde

Por que mentimos?

A maioria de nós já se sentiu tentada a mentir uma vez ou outra.

Isto é muito comum ante perguntas indiscretas, como nosso peso, nossa idade, nosso salário e outras coisas que presumimos que ninguém deveria nos perguntar.

Mas o que realmente nos leva a mentir?

Comportamento desonesto

Uma equipe de psicólogos holandeses e norte-americanos resolveu investigar que fatores influenciam esse comportamento desonesto - mentir é sempre considerado uma desonestidade, seja consigo própria, seja com os outros.

Pesquisas anteriores concluíram que o primeiro instinto de uma pessoa é servir ao seu próprio interesse.

E os dados também mostraram que as pessoas são mais propensas a mentir quando elas podem justificar essas mentiras para si mesmas, por mais esfarrapada que seja a justificativa - "Não era da conta dele", por exemplo.

Neste novo estudo, Shaul Shalvi e seus colegas partiram de outro pressuposto.

Eles queriam testar se a mentira pode ser incentivada por fatores como pressão do tempo ou, quando têm tempo bastante, se as pessoas mentiriam se não conseguissem racionalizar seu comportamento.

"De acordo com nossa teoria, as pessoas primeiro agem no interesse próprio, e somente com tempo elas consideram o que seria um comportamento socialmente aceitável," disse Shalvi.

Tempo para não mentir

Os resultados dos experimentos com voluntários reforçaram a noção de que as pessoas tendem a mentir mais quando precisam responder algo rapidamente.

Quando têm tempo suficiente, as pessoas mentem mais quando têm justificativas devidamente racionalizadas para fazê-lo - "quando estão cheias de razão", como dizem os pesquisadores.

Como a equipe usou experimentos voltados para ganhos financeiros, eles acreditam que os resultados são particularmente importantes para o âmbito profissional.

Assim, para aumentar a possibilidade de um comportamento honesto nos negócios, é melhor não colocar as pessoas contra a parede, dando-lhes tempo suficiente para analisar as questões.

"As pessoas geralmente sabem que é errado mentir, elas só precisam de tempo para fazer a coisa certa," disse Shalvi.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ética

Emoções

Trabalho e Emprego

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?