Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

12/05/2015

Retiradas 7.000 t de sódio dos alimentos processados

Com informações da Agência Saúde

O Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, em sua 2ª fase, conseguiu reduzir em até 10% o teor de sódio presente em 839 produtos.

O compromisso entre o Ministério da Saúde e a Associação das Indústrias da Alimentação (Abia) possibilitou que, em três anos (2011-2014), fossem retiradas 7.652 toneladas de sódio dos produtos alimentícios.

A meta é que, até 2020, as indústrias do setor promovam a retirada voluntária de 28.562 toneladas de sal dos alimentos que fabricam.

Nesta segunda fase foram analisados bolos, aperitivos (batata-palha e salgadinhos de milho), maioneses e biscoitos. Esses produtos, fabricados por 69 indústrias, retiraram 5.793 toneladas de sódio de suas fórmulas desde 2013, quando foi firmado o acordo para essas categorias.

Na primeira etapa, de 2011, que envolveu macarrão instantâneo, pão de forma e bisnaguinha, 1.859 toneladas de sódio saíram do mercado.

Fazem parte do acordo outras duas etapas que deverão ser divulgadas até 2016. O cumprimento das metas, que envolve os produtos mais consumidos pela população, contribuirá para a redução do consumo de sódio diário no país para menos de 2 mg por pessoa (cerca de 5g de sal).


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Conservação de Alimentos

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?