Sistema imunológico afeta evolução de bactérias do intestino

Sistema imunológico afeta evolução de bactérias do intestino
As bactérias comensais, ou bactérias benéficas variam de indivíduo para indivíduo, ou seja, cada pessoa tem seu próprio time de bactérias saudáveis. Uma das técnicas para interagir com elas baseia-se em uma medicina personalizada à base de alimentos probióticos.
[Imagem: Nair/Abt/Artis/UPenn]

Imunidade e bactérias do bem

Nossa saúde depende fortemente da diversidade de bactérias que habitam nosso intestino e da forma como o sistema imunológico tolera essa diversidade ou responde às bactérias patogênicas de forma a prevenir doenças.

Pesquisadores do Instituto Gulbenkian de Ciência (Portugal) descobriram agora que, quando o sistema imune é comprometido, a composição de bactérias do intestino muda, e o ritmo e a previsibilidade do processo de adaptação dessas bactérias são afetados.

Isto sugere que o tratamento de patologias intestinais que resultam de um sistema imunitário deficiente, tais como a doença inflamatória intestinal, pode requerer terapias baseadas em medicina personalizada que levem em conta a composição individual das bactérias intestinais.

Conexão entre sistema imune e evolução das bactérias

Isabel Gordo e Jocelyne Demengeot conseguiram demonstrar pela primeira vez que o sistema imunológico influencia a evolução das bactérias do intestino.

Além de o intestino ser um ambiente altamente complexo, as bactérias lá residentes precisam se adaptar e evoluir para lidar com os diferentes estímulos, incluindo a dieta diversificada que ingerimos todos os dias.

Isto dá origem a uma diversidade cada vez maior de bactérias, que precisam ser controladas pelo nosso mecanismo de vigilância, o sistema imunológico, de modo a evitar doenças.

Já se sabia que surgem patologias quando o sistema imunitário falha e há disrupção na comunidade de bactérias do intestino. Mas uma ligação direta ou indireta entre o sistema imunitário e a evolução de bactérias ainda não tinha sido provada.

Medicina personalizada

"O nosso trabalho mostra que é possível prever a evolução das bactérias comensais em organismos saudáveis, mas o mesmo não acontece em organismos com problemas no seu sistema imunológico.

"Assim, o uso de terapias generalistas para tratar pessoas que sofrem de patologias intestinais resultantes de um sistema imunitário deficiente, como é o caso da doença inflamatória do intestino, pode não ser a melhor abordagem. Em vez disso, devem ser consideradas terapias baseadas em medicina personalizada, que tenham em conta a composição de bactérias do intestino de cada pessoa," recomendou a pesquisadora Isabel Gordo.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Imunológico

Bactérias

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.