Site esclarece acesso a medicamentos no SUS

Medicamentos no SUS

Para auxiliar a compreensão dos profissionais de saúde e dos usuários do SUS quanto à organização da assistência farmacêutica, uma pesquisa desenvolvida na Divisão de Farmácia do Hospital Universitário (HU) da USP reuniu em um site todas as informações sobre o acesso aos medicamentos no Sistema Único de Saúde.

Caroline de Godoi Molino e Eliane Ribeiro reuniram informações que já estão disponíveis na internet, mas segmentadas nos endereços do Ministério da Saúde, das secretarias da saúde estaduais, entre outros.

O conteúdo disponibiliza, por exemplo, dados técnicos sobre medicamentos, como tabelas de orientação sobre dose máxima de anti-hipertensivos, hipoglicemiantes orais, psicofármacos. Há ainda informações sobre a agenda de cursos e eventos na área de saúde; orientações sobre os componentes básico, especializado e estratégico da assistência farmacêutica e a forma para obtenção dos medicamentos pertencentes a estes componentes no SUS; Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde; medicamentos não disponíveis no SUS etc.

Farmácias gratuitas

Além de agrupar os dados, o site esclarece o caminho que o usuário do SUS deve percorrer para ter acesso aos medicamentos das farmácias das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Farmácia Popular (programa federal) ou Dose Certa (programa estadual). O processo para obtenção dos medicamentos no SUS muitas vezes envolve o acesso a distintos programas e de diferentes esferas (municipal, estadual ou federal), cada qual com suas especificidades.

De acordo com as pesquisadoras, o problema é maior quando se trata de medicamentos do componente especializado, aqueles para o tratamento de doenças menos frequentes ou que tenham maior impacto no orçamento do SUS, disponíveis em farmácias especializadas. Por causa das características das doenças e do custo dos medicamentos atendidos, é preciso seguir os protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde, que significa justificar, por meio de formulários, o motivo da solicitação dos medicamentos.

"Para obter esses medicamentos, o paciente deve se deslocar até um dos endereços das farmácias de 'alto custo', mas ainda há grande chance de ele não receber o medicamento necessário devido ao preenchimento incorreto dos formulários ou ausência de exames laboratoriais exigidos", ressalta Caroline.

As informações podem ser acessadas no endereço https://sites.google.com/site/medicamentosnosus/.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Pública

Medicamentos

Atendimento Médico-Hospitalar

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.