Sonhos lúcidos podem permitir a leitura de sonhos

Sonhos lúcidos podem levar à leitura de sonhos
Segundo os cientistas, pode ser possível interpretar o conteúdo de um sonho analisando os padrões da atividade cerebral da pessoa.
[Imagem: Dresler et al./Cell]

Dormindo consciente

Quando as pessoas sonham que estão realizando uma ação em particular, uma parte do cérebro envolvida no planejamento e na execução de movimentos também é ativada.

A descoberta, feita monitorando o cérebro de sonhadores lúcidos enquanto eles dormiam, abre pela primeira vez uma janela para a chamada "consciência de não-vigília".

Segundo os pesquisadores, este é o primeiro passo para uma verdadeira e autêntica "leitura dos sonhos".

O estudo foi publicado hoje na revista científica Current Biology.

Sonho lúcido

"Sonhar não é apenas olhar para um filme do sonho," explica Martin Dresler do Instituto Max Planck, na Alemanha. "As áreas do cérebro que representam movimentos específicos do corpo são realmente ativadas."

Sonhadores lúcidos são pessoas que ficam conscientes de que estão sonhando, e conseguem deliberadamente controlar suas ações durante os sonhos.

Matéria de especulações esotéricas há milênios, o fenômeno do sonho lúcido foi desvendado pelo cientista Stephen LaBerge, nos anos 1980, que demonstrou que o sonho lúcido pode ser alcançado por treinamento.

Os pesquisadores perceberam que esta habilidade aprendida representa uma oportunidade para estudar as bases neurais dos sonhos.

"O principal obstáculo para estudar o conteúdo específico de um sonho é que a atividade espontânea do sonhar não pode ser experimentalmente controlada, uma vez que as pessoas normalmente não conseguem executar ações mentais pré-definidas durante o sono," explica Michael Czisch, coautor do estudo. "A habilidade do sonho lúcido pode ajudar a superar esses obstáculos."

Informações do sonho

Os pesquisadores instruíram os participantes a fazer uma série de movimentos das mãos esquerda e direita, intercalados com uma série de movimentos dos olhos, quando entrassem em um estado de sonho lúcido.

Enquanto isso, os pesquisadores usavam aparelhos para monitorar seus cérebros durante o sono.

Os movimentos dos olhos serviram como um sinal para os cientistas do que estava acontecendo no sonho.

O estudo mostrou, pela primeira vez, que a atividade neural observada no córtex sensório-motor pode ser relacionada com os movimentos sonhados da mão.

Leitura cerebral

A descoberta sugere que o sonho lúcido, em combinação com a neuroimagem e com a polissonografia (a forma mais comum de monitoramento do sono), pode permitir a transferência de tarefas de "leitura cerebral" mais sofisticadas para o estado de sonho, dizem os pesquisadores.

Em outras palavras, pode ser possível interpretar o conteúdo sonhado analisando os padrões da atividade cerebral da pessoa.

Dresler afirma que também será interessante investigar a atividade cerebral no momento em que um sonhador começa a ter um sonho lúcido.

"O sonhador lúcido tem insights em um estado muito complexo: dormindo, sonhando, mas estando consciente do estado de sonho," disse ele. "Isso pode nos dizer muito sobre os conceitos de consciência."


Ver mais notícias sobre os temas:

Sono

Neurociências

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.