Sucos de fruta contêm mais vitamina C do que consta nas embalagens

Sucos de fruta contêm mais vitamina C do que consta nas embalagens
Das 17 amostras analisadas, a que apresentou o maior conteúdo de vitamina C foi o suco de maçã.
[Imagem: Leonid Mamchenkow]

Rótulos conservadores

Uma equipe de farmacêuticos da Universidade de Santiago de Compostela (Espanha), descobriu que os níveis de vitamina C em sucos de frutas e refrigerantes são muito mais elevados do que os indicados pelos fabricantes nos rótulos desses produtos.

A descoberta foi possível graças a uma nova técnica desenvolvida pelos pesquisadores para determinar o teor de vitamina C nesses tipos de bebidas.

Antioxidante natural

O ácido ascórbico, ou vitamina C, é um antioxidante natural presente em frutas e legumes, e pode ser utilizado como aditivo em sucos, geleias, produtos lácteos e outros alimentos.

A participação dessa substância no sistema imunológico e em outros processos bioquímicos, como a formação de colágeno e a absorção de ferro, é bem conhecida pelos cientistas.

No entanto, altos níveis de ácido ascórbico podem causar diarreia e problemas gastrointestinais, o que faz com que os cientistas procurem saber com cada vez mais precisão o nível da substância nos diversos alimentos.

Mais vitamina do que o indicado

Agora, o grupo de pesquisadores espanhóis desenvolveu uma nova técnica de cromatografia (processo utilizado para separar e identificar elementos quimicos), voltada especificamente para medir com exatidão a presença do ácido ascórbico em sucos e refrigerantes.

Após aplicarem o método, foi constatado que as quantidades marcadas nos rótulos de sucos, refrigerantes e bebidas isotônicas eram muito inferiores ao real. Em amostras de 17 produtos apenas 2 correspondiam ao que era indicado no rótulo.

Ana Rodríguez Bernaldo de Quirós é membro da equipe que desenvolveu a nova técnica, cujos detalhes foram recentemente publicados na revista Food Chemistry. "As outras bebidas contêm níveis muito mais elevados do que indicado pelos fabricantes porque, como já havia sido comprovado em estudos anteriores, os rótulos indicam a quantidade de Vitamina C adicionada ao produto, sem levar em conta as quantidades já presentes na fruta," explicou ela.

Vitamina C com precisão

Bernaldo de Quirós destaca a maior resolução e sensibilidade do método, por meio do qual é possível detectar até 0,01 miligramas de vitamina C por litro deve-se à utilização da nova cromatografia em coluna, baseado em partículas esféricas de sílica ultra pura de 3 micrômetros de diâmetro.

"Outra vantagem do método é a sua simplicidade e rapidez, com o tempo de 6 minutos para obtenção dos resultados das análises," comentou a pesquisadora.

Níveis de vitamina C nas bebidas

Com a nova técnica, foram obtidos dados curiosos a respeito da quantidade do ácido ascórbico nas bebidas.

Das 17 amostras analisadas, aquela com o nível mais elevado de vitamina C foi o suco de maçã com (840 mg/l), mais do que os apresentados nos sucos de laranja (352-739 mg/l). Os resultados para o abacaxi e suco de uva atingiram 702 mg/l. E entre 30,2 e 261 mg/l para os refrigerantes.

Prazo de validade da vitamina C

Os pesquisadores também avaliaram como o teor de vitamina C dos sucos de laranja e chás varia enquanto estão nas prateleiras, em condições de temperatura especificada pelo fabricante.

Depois de 6 dias, a presença do acido ascórbico no suco caiu 8%, enquanto nos chás essa quantidade chega a 54% na temperatura de 4 ºC e praticamente desaparece à temperatura ambiente.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vitaminas

Alimentação e Nutrição

Conservação de Alimentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.